“Todos Juntos Contra o Aedes aegypti” retira 10 toneladas de criadouros em S. Bárbara


A campanha aconteceu por três meses, intensificando as ações de combate ao mosquito

 

A Campanha “Todos Juntos Contra o Aedes Aegypti”,  em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, recolheu aproximadamente 10 toneladas de criadouros. A ação aconteceu aos sábados por aproximadamente três meses, abrangendo mais de 12,5 mil famílias em diversos bairros da cidade. O objetivo foi intensificar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti no município – transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, promovendo orientações e retirada de possíveis criadouros. A campanha foi encerrada no último sábado (28), com ações nos imóveis dos bairros São Francisco II e Santa Rita.

 

Segundo o chefe do setor de controle de endemias, Luiz Eduardo Chimello de Oliveira, um dos principais méritos da campanha aos sábados foi aumentar o alcance das visitas. “Alguns moradores trabalham durante a semana e o sábado foi uma boa oportunidade de visitar estes imóveis costumeiramente fechados”, destacou. “Além disso, com a continuidade do mutirão no mês de maio, reforçamos a importância de manter os cuidados contra o mosquito Aedes aegypti nos meses mais frios do ano. O prosseguimento das ações nesse período, principalmente a retirada de criadouros, permite um verão com menor infestação de mosquitos e menor possibilidade de transmissão viral”, completou.

 

No sábado (28), último dia da campanha, os agentes de controle de endemias e agentes comunitários de Saúde visitaram mais de mil imóveis nos bairros São Francisco II e Santa Rita. No total foram recolhidos 300 quilos de possíveis criadouros. Um caminhão esteve no local para transportá-los.

 

A Prefeitura segue diariamente com ações de controle do vetor realizadas pelos agentes de controle de endemias, como as visitas domiciliares para inspeção e orientação à população quanto às medidas preventivas, bloqueio, controle e retirada de criadouros, nebulização e bloqueio de transmissão, visita a pontos estratégicos e imóveis especiais, busca ativa de suspeitos e atividades de informação, educação e comunicação à população.

 

Entre as ações de prevenção, a Administração Municipal alerta a população para tampar reservatórios de água – como cisternas, caixa d’água, tanques e fossas -, manter as calhas limpas, armazenar garrafas com o bico voltado para baixo, manter pneus cobertos evitando acúmulo de água, manter o quintal limpo, roçado, removendo lixo e entulhos, armazenando-os em recipientes adequados e depois os destinando à coleta. A população também deve descartar pratinhos de plantas, lavar com bucha recipientes de alimentos de animais domésticos pelo menos uma vez por semana, abrir portas e janelas quando a nebulização estiver sendo feita na rua e nunca deixar de atender em casa o agente de saúde.

 

 

Comentários