Tocha olímpica se despede da Bahia


Até o próximo dia 31, o símbolo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 passa por quatro estados do Nordeste

Os próximos dias do revezamento da tocha será um vai e vem por estados nordestinos, com passagens pela Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Nesta sexta-feira (27), o símbolo olímpico retorna à Bahia para pernoitar em Paulo Afonso antes de aventurar-se por terras sergipanas e alagoanas.

O município de Jaguarari foi o ponto de partida dos últimos dias de revezamento da tocha olímpica na Bahia, na quinta-feira (26). A visita histórica foi marcada pelas paisagens naturais da Chapada Diamantina, composta por formações rochosas e cachoeiras cercadas pela vegetação típica da região norte da Bahia.

O segundo destino da tocha olímpica no vigésimo quarto dia de revezamento pelo Brasil foi o município de Juazeiro. A passagem do símbolo olímpico pela cidade foi celebrada com apresentações de fanfarras, capoeira, quadrilha junina e concerto de violonistas em homenagem ao filho da terra e ícone da cultura brasileira João Gilberto.

Antes de passar por Pernambuco e retornar à Bahia, a chama olímpica ilumina Sobradinho, do grande lago adornado pelas paisagens naturais do Rio São Francisco. Apresentações culturais das escolas da cidade e de artistas locais compõe os eventos de celebração.

O destino de pernoite na quinta-feira foi o município pernambucano de Petrolina, marcando o início do revezamento no Estado de Pernambuco, para onde a tocha retorna a partir do dia 30 de junho.

A riqueza cultural preservada pelo Museu do Sertão, pela Igreja Matriz Nossa Senhora Rainha dos Anjos e pela Catedral Sagrado Coração de Jesus, construída no estilo neogótico, destaca-se entre os atrativos turísticos de Petrolina.

A cidade é marcada também pelas peças de artesanato em madeira, como as carrancas das embarcações que navegam no Rio São Francisco. A festa de celebração do revezamento será realizada às margens do rio com apresentações culturais de artistas locais e do cantor Dorgival Dantas.

Investimentos

O Ministério do Turismo (MTur) investe na infraestrutura dos destinos brasileiros com o objetivo de melhorar a experiência dos moradores e turistas que visitam nosso País. Somente em Petrolina, que receberá a tocha olímpica nesta quinta-feira, o MTur já investiu R$ 8,9 milhões. Em Pernambuco são mais de R$ 431 milhões em repasses da pasta para obras de sinalização turística, urbanização, construção de praças, entre outras.

 

Fonte: Portal Brasil