Telefonia móvel registra aumento de 156.155 linhas em agosto

No mês de agosto de 2017, a telefonia móvel registrou 242.167.504 linhas em operação de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em relação ao mês anterior, o serviço móvel pessoal apresentou aumento de 156.155 linhas (+ 0,06%). Nos últimos 12 meses, houve redução de 9.913.980 linhas (-3,93%).

A ação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que estabeleceu reduções graduais na tarifa de interconexão da rede móvel (VU-M), enfraqueceu o “efeito clube”, no qual os usuários precisavam ter o chip de uma mesma operadora para aproveitar os preços reduzidos, e isso impactou na queda do número de linhas móveis em operação.  Assim, o consumidor não precisa mais de vários aparelhos celulares ou vários chips em um mesmo celular para realizar chamadas para diversas operadoras.

Do total de linhas móveis do país, 158.482.969  são de telefonia pré-paga e 83.684.535 são de telefonia pós-paga. Entre julho e agosto de 2017, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 753.501 unidades (-0,47%) e as pós-pagas crescimento de 909.656  (+1,10%). Em 12 meses, o pré-pago registrou diminuição de 17.710.041 linhas (-10,05%) e o pós-pago aumento de 7.796.061  (+10,27%).

Empresas

Na comparação de agosto de 2017 com o mês anterior, a Datora com a inclusão de 20.000  novas linhas móveis (+12,03%) foi a empresa que apresentou o maior crescimento percentual. A Porto Seguro ganhou mais 9.478 clientes  (+1,70%). As demais empresas apresentaram variações no número de linhas muito pequenas.

Nos últimos 12 meses, a Datora também apresentou o maior crescimento com a adição de 105.247 linhas (+129,88%) e a Porto Seguro registrou aumento de mais 187.534 linhas (+49,56%). E a Nextel teve variação positiva com 114.648 novas linhas (+4,62%). Em números absolutos, o maior crescimento foi da Vivo com 1.102.085 novas unidades em operação (+1,50%). Sobre as outras maiores prestadoras nacionais, a Oi apresentou perda de 5.035.272 linhas (-10,70%), a Claro, menos 3.225.180 linhas (-5,06%), e a TIM, redução de 3.160.750 (-4,98%).

Tecnologias

As linhas de 4G apresentaram crescimento de 4.390.807 novas unidades (+5,22%), seguidas das utilizadas em aplicações máquina-máquina com mais 232.356 novas linhas em agosto. Todas as outras tecnologias apresentaram redução. Quando comparado agosto de 2017 com o mesmo mês do ano passado, as linhas 4G apresentaram crescimento de 42.157.377 unidades (+90,96%) e as utilizadas em aplicações máquina-máquina tiveram adição de 2.251.688 linhas.

Estados

Nos últimos doze meses, todos os estados brasileiros apresentaram redução no número de linhas móveis. Os estados que mais perderam linhas móveis foram Bahia (-1.246.473) e Rio de Janeiro (-1.173.747).

Acesse as tabelas com dados da telefonia móvel.

Comentários