Segundo a Prefeitura de Santa Bárbara d´Oeste, houve aumento de inscrições para compra de novas sepulturas

A procura pela inscrição para a compra de sepulturas já aumentou nesta última semana, em Santa Bárbara d’Oeste, depois da aprovação do projeto de lei que disponibiliza e regulamenta os novos espaços, recuperados por meio do recadastramento realizado nos cemitérios municipais, Central e Cabreúva.

O valor das sepulturas foi para R$12.000,00 mil reais, com a aprovação do projeto do executivo na ultima sessão da câmara.

Saiba Mais: 12 mil reais é um valor justo para adquirir uma sepultura em Santa Bárbara d´Oeste?

A prefeitura afirma que a falta de sepulturas disponíveis para compra é um problema que se agravou ao longo dos últimos 16 anos e que, praticamente, tornou impossível o sepultamento de novas famílias barbarenses nos cemitérios localizados na área central do Município.

Por conta disso, a Prefeitura realizou um amplo recadastramento de todas as sepulturas e identificou 492 terrenos em estado de abandono ou cujos proprietários não manifestaram interesse em sua manutenção.

Com a conclusão desse recadastramento, a Prefeitura passa a oferecer essas sepulturas como uma opção a mais para as famílias que tenham o desejo ou a necessidade de adquiri-las. Vale ressaltar que, as sepulturas de cunho social continuam a ser oferecidas às famílias de baixa renda de forma gratuita.

Outra opção que permanece inalterada é a da sepultura provisória, por um período de até 3 anos, para as famílias que, por algum motivo, não tenham as condições de realizar o sepultamento definitivo naquele momento.

Através da lei recentemente aprovada, abre-se uma oportunidade que as famílias barbarenses não contavam há quase duas décadas, que é a oferta de novas sepulturas nos cemitérios Central e Cabreúva.

Durante esse período, a única opção de todas as famílias era a aquisição de sepultura no cemitério particular Parque dos Lírios. Essa alternativa privada continua à disposição de todos, sem qualquer alteração.