Sebrae Móvel atendeu 32 empreendedores em Nova Odessa

Unidade esteve na cidade entre os dias 03 e 07 deste mês

 

Além de proporcionar atendimentos com informações e orientações para quem já tem ou deseja investir no próprio negócio, o Sebrae Móvel elaborou em Nova Odessa um relatório contendo dados sobre as necessidades ditas pelos clientes, para poder trazer soluções aos empreendedores. Pela segunda vez na cidade este ano, a equipe realizou 32 atendimentos no Centro e no Jardim Alvorada entre os dias 03 e 07 deste mês.

O Sebrae Móvel é um escritório montado dentro de uma van customizada para atendimento com estrutura de consultoria especializada na gestão de negócios. O projeto tem como público-alvo pessoas que queiram empreender, que já empreendem de maneira informal e os formalizados como MEIs (Microempreendedores Individuais), MEs (Microempresas) e EPPs (Empresas de Pequeno Porte).

Do total de atendimentos realizados no Município, foram 25 pessoas físicas (78%) e 7 microempreendedores individuais (22%). A iniciativa é promovida pela Prefeitura em parceria entre o Escritório Regional do Sebrae de Piracicaba e a Acino (Associação Comercial e Industrial de Nova Odessa). A unidade atendeu na Praça Central José Gazzetta e na Rua dos Jequitibás, no Jardim Alvorada.

Esta foi a segunda vez que a cidade recebeu equipe do Sebrae Móvel este ano. “São orientações importantes aos nossos empreendedores, para investir melhor para gerar  empregos e renda em Nova Odessa”, destaca Paulo Bichof, responsável pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “Pretendemos ter em breve uma unidade própria e permanente do Sebrae”, antecipa.

DIAGNÓSTICO – Desta vez a equipe elaborou um relatório contendo diagnóstico das respostas dos clientes e trazendo o nível de conhecimento dos empreendedores sobre as diversas áreas envolvidas. “É uma ferramenta que deriva da metodologia de trabalho do Sebrae-SP. O objetivo é de mapear as necessidades dos clientes e trazer soluções assertivas a eles”, cita Renan Benedito D’arangone, gestor do Sebrae Móvel.

São informações importantes, como perfil do público, planejamento e estruturação do negócio, marketing, análise de mercado, atendimento e relacionamento com o cliente, vendas, controles financeiros, formação do preço, indicadores financeiros, crédito, liderança, legislação, formalização, controle de produção, compras, gestão de estoque e da qualidade, inovação e sustentabilidade.

O gestor do Sebrae Móvel verificou, ao longo da semana de atendimentos, uma demanda reprimida de pessoas que ‘seguraram’ a abertura do próprio negócio em 2016, devido à crise econômica do país, mas agora estão buscando a melhor forma de fazê-lo. “Percebemos principalmente com relação aos pequenos empreendedores, que têm menor capital de investimento”, explica Renan D’arangone.

“Muita gente perdeu emprego e segurou investimentos já planejados, esperando melhorar o cenário”, acrescenta. O gestor do Sebrae Móvel citou que, após muitos meses, o Índice de Confiança do Empresário voltou a níveis satisfatórios. “A perspectiva melhorou. São indicadores mostrando que a confiança do empresariado aumentou, ainda que timidamente, na retomada dos eixos do país”, finaliza.

Comentários
Posted Under