São Paulo perde em casa para o Juventude e sai em desvantagem

Na reestreia de Ricardo Gomes no Morumbi, o São Paulo acabou sendo surpreendido pelo Juventude (RS) na noite desta quarta-feira ao ser derrotado, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, pelo placar de 2 a 1. Os dois gols do clube gaúcho foram marcados por Roberson, enquanto Chávez diminuiu.

Com o resultado, o Juventude pode perder até pelo placar mínimo no duelo de volta, marcado 21 de setembro, às 19h30, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, que fica com a vaga nas quartas de final. Para o São Paulo, só um triunfo de dois ou mais gols de diferença interessa.

O Juventude deixou no passado a fama de azarão e entrou no Morumbi com a clara intenção de sair do estádio são-paulino com a vitória. Logo aos nove minutos, Roberson invadiu a área, cortou para o pé direito e chutou para o fundo das redes. A bola ainda chegou a bater na trave antes de atravessar a linha.

O São Paulo não desanimou e respondeu na sequência. Aos 11 minutos, Carlinhos cruzou para Lyanco, que se enrolou com a bola e acabou facilitando a vida do goleiro Elias. Aos 39, não teve jeito. O lateral colocou na cabeça de Chávez. O atacante ganhou da marcação e mergulhou para deixar tudo igual.

No segundo tempo, o São Paulo melhorou com a entrada de Michel Bastos e desperdiçou grandes chances de virar. Aos oito minutos, Kelvin cruzou, a bola ficou com o camisa 7, livre de marcação, que pegou mal na bola e jogou pela linha de fundo.

O Juventude, desde que marcou o primeiro gol, recuou sua marcação, com os 11 homens atrás da linha de meio de campo, mas acabou fazendo o segundo aos 27 minutos. Lucas foi derrubado por Thiago Mendes, e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Roberson colocou o time gaúcho novamente na frente do marcador.

Nos minutos finais, Ruan parou o contra-ataque do São Paulo e acabou deixando o Juventude com um jogador a menos. A equipe paulista, então, foi para blitz, mas não conseguiu impedir a derrota.

FPF
Comentários