24Horas Esportes

Santos vence Palmeiras nos pênaltis e vai à oitava final estadual seguida

Time da Vila Belmiro abriu 2 a 0, cedeu o empate nos minutos finais, mas passou nos pênaltis.

Foi eletrizante, assim como a classificação do Audax, no sábado (23). O Santos superou o Palmeiras também nos pênaltis, por 3 a 2, e confirmou a hegemonia nos últimos anos no estadual. Na tarde deste domingo (24), na Vila Belmiro. O time santista chegou a abrir 2 a 0 com gols de Gabriel, mas sofreu o empate no final com gols de Rafael Marques. Nas penalidades, os donos da casa foram mais eficientes e estão na final do Paulistão Itaipava.

Esta é a oitava final consecutiva que o Santos chega no Paulistão. Nas sete edições anteriores, o time conseguiu vencer quatro, sendo a última sobre o próprio Palmeiras. O time terá pela frente o Audax, que surpreendeu o Corinthians, neste sábado, ao vencer por 4 a 1 nos pênaltis, após empate por 2 a 2 no tempo normal na Arena Corinthians. As finais serão disputadas nos próximos domingos (1º e 8 de maio), às 16h. Os locais serão definidos nesta segunda-feira pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

Em compensação, o Palmeiras amarga a segunda eliminação em menos de duas semanas, já que caiu na primeira fase na Libertadores. Agora, o time paulistano terá cerca de 20 dias para se preparar para a estreia do Campeonato Brasileiro. O primeiro jogo acontecerá nos dias 14 ou 15 de maio contra o Atlético (PR), em São Paulo.

Desde os primeiros minutos, o Santos mostrou porque ostenta uma longa invencibilidade na Vila Belmiro. Com muita propriedade, o time alvinegro assumiu as rédeas da partida e acuou o Palmeiras. Aos nove minutos, saiu a primeira grande oportunidade para os donos da casa. O meia Lucas Lima cobrou falta pela direita, a bola passou por todo mundo e explodiu no peito do goleiro Fernando Prass.

A primeira finalização a gol dos palmeirenses aconteceu somente aos 34 minutos. E o lance só foi possível depois de uma jogada individual do meia Roger Guedes. Ele passou pelo volante Thiago Maia e pelo zagueiro Gustavo Henrique, mas concluiu em cima do goleiro Vanderlei, que espalmou por cima do gol.

Quando o time paulistano parecia começar a crescer no jogo, os santistas conseguiram balançar as redes. Lucas Lima deu ótima enfiada de bola para o atacante Gabriel. O camisa 10 invadiu a área, fintou o lateral Egídio, deixou o zagueiro Vítor Hugo no chão e bateu no canto direito de Fernando Prass.

Precisando buscar, no mínimo um empate, o Palmeiras se viu obrigado a arriscar-se mais ao ataque. Apesar deste cenário mais propício para novos gols, a partida teve ainda menos oportunidades claras. Sobretudo, porque o Santos não parecia muito afoito a liquidar o jogo. Esperava o momento certo para sacramentar a classificação.

Neste meio tempo, o clube visitante seguiu apresentando enormes dificuldades no setor de criação, onde Robinho e Roger Guedes não conseguiram abastecer Gabriel Jesus e Alecssandro. Uma das raras chegadas alviverdes saíram aos 16. Gabriel Jesus roubou a bola do zagueiro David Braz, invadiu a área e bateu por cima do gol. Uma chance incrível desperdiçada.

O lance perdido foi emblemático para a atuação palmeirense. Aos 28 minutos, Gabriel, o santista, mostrou-se mais preparado que o rival. Após receber cruzamento do lateral Zeca, o camisa 10 foi frio para superar Fernando Prass.

O segundo gol de Gabriel parecia ter liquidado o jogo. O problema é que Rafael Marques, que entrara na vaga de Gabriel Jesus, recolocou o Palmeiras no jogo de forma histórica. Ele marcou dois gols aos 42 e aos 43. No primeiro, ele recebeu na área e bateu na saída do goleiro. No segundo, desviou cruzamento de cabeça.

Na cobrança de pênaltis, o Santos foi mais eficiente, convertendo três de quatro cobranças com David Braz, Zeca e Victor Ferraz. Lucas Lima teve cobrança defendida por Fernando Prass. No Palmeiras, Cleiton Xavier e Jean marcaram. Vamderlei defendeu as penalidades de Lucas Barrios e Rafael Marques, enquanto Fernando Prass chutou para fora.

FICHA TÉCNICA

Santos 2 (3) x (2) 2 Palmeiras

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Léo Cittadini), Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno (Paulinho); Gabriel (Alison) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.

Palmeiras: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Matheus Sales, Roger Guedes e Robinho (Cleiton Xavier); Gabriel Jesus (Lucas Barrios) e Alecsandro (Rafael Marques).
Técnico: Cuca.

Gols: Gabriel aos 39 minutos do primeiro tempo e aos 29 minutos do segundo tempo (Santos). Rafael Marques aos 42 e aos 43 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Elano e Gabriel para o Santos; Alecsandro, Egídio, Gabriel, Matheus Sales, Thiago Martins e Vagner para o Palmeiras.

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Alex Ang Ribeiro
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: Domingo, dia 24, às 16h

FPF

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br