Santos vence o Atlético-PR por 3 a 2 em Curitiba no jogo de ida

Com show de Lucas Lima e dois gols de Kayke, o Santos venceu o Atlético Paranaense por 3 a 2 nesta quarta-feira e deixou a classificação nas oitavas de final da Copa Libertadores da América muito encaminhada. Como o gol fora de casa como critério de desempate, o resultado na Vila Capanema, em Curitiba, onde os termômetros registraram 10ºC, complicou o time da casa, que agora precisa vencer no jogo de volta por dois gols de diferença.

Com velocidade e muita agressividade, o Atlético conseguiu abrir o placar logo aos seis minutos de bola rolando. Pela esquerda, Sidcley conseguiu avançar nas costas de Victor Ferraz e, sem marcação, cruzou rasteiro para a grande área. Lucho González já poderia ter guardado, mas furou e viu ela cair nos pés de Nikão, que soltou a bomba da entrada da área, sem a menor chances para Vanderlei, que se esticou todo, mas nem tocou nela.

A bola na rede logo nos primeiros minutos acuou o Santos, que passou a deixar a bola com o adversário, aguardando um erro para puxar o contra-ataque. A recuperação só aconteceu graças a Lucas Lima, que recebeu de Jean Mota, carregou pelo meio e achou Kayke pela ponta direita. Sem marcação, ele recebeu, invadiu a grande área e tocou por cima de Weverton, aos 25 minutos, empatando o jogo ainda no primeiro tempo.

Antes do apito final, aos 44, o Lucho arrancou pelo meio, passou fácil por Victor Ferraz e bateu firme de fora da área, rasteiro. Ela explodiu na trave e animou novamente o time da casa.

Se o primeiro tempo foi inteiro do Atlético, a etapa final foi de controle total do Santos. Aos 11 minutos, Victor Ferraz acertou a primeira descida com qualidade pela direita e arriscou sem muitas pretensões contra Weverton. O arremate da intermediária acabou em uma falha irreconhecível do goleiro geração de ouro da Seleção Brasileira e Bruno Henrique apenas completou, já em cima da linha, para o fundo das redes.

Pouco depois, aos 22 minutos o Santos ampliou com um golaço. Lucas Lima lançou com maestria para Bruno Henrique que dominou, tirou a marcação num lindo drible e cruzou rasteiro para Kayke. O ataque tocou de letra para marcar o terceiro do Santos e seu segundo gol na partida.

Éderson diminuiu para o time da casa aos 26 minutos. Após cruzamento de Sidcley pela esquerda, Rossetto escorou de cabeça para o ataque e, dentro da pequena área o camisa 9 pegou firme na bola para tirar qualquer chance de Vanderlei.

O Santos já tem outra pedreira no final de semana. No domingo, às 19h, o time faz o clássico com o São Paulo na Vila Belmiro, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, mas às 11h, o Atlético vai até Santa Catarina para enfrentar a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó.

FPF