Santa Bárbara obtêm licença de operação da área ampliada do Aterro Sanitário

Destinação regular do lixo domiciliar, limpeza pública, sustentabilidade e economia. A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste recebeu a licença de operação para nova área do Aterro Sanitário Municipal. O documento foi emitido pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), órgão vinculado ao Governo do Estado de São Paulo. Além dessa, anteriormente foram emitidas as licenças prévia e de instalação. Com a licença, o novo espaço já começou a ser utilizado.

 

A nova área dará uma sobrevida de aproximadamente 2 anos ao Aterro. Além da ampliação da vida útil, o Aterro teve a sua área de operação ampliada em 15%, saindo de 70 mil m² para 82 mil m². Para obter o documento, a Prefeitura atendeu as exigências quanto à operação do Aterro, tratamento do chorume, manutenção do espaço, análise da qualidade de água, entre outras solicitações.

 

O prefeito Denis Andia ressaltou que a emissão da licença de operação e a ampliação do Aterro Sanitário refletem todo o trabalho e responsabilidade em prol do meio ambiente em Santa Bárbara d’Oeste. “Esse é um grande desafio que superamos com empenho e trabalho e que dará uma sobrevida no funcionamento do Aterro. Enquanto isso, seguimos com o estudo e novos projetos para o tratamento do nosso lixo. Temos que avançar mais do ponto de vista ambiental e chegar num outro patamar que é à excelência, inclusive com o tratamento do nosso lixo. Estamos buscando as tecnologias disponíveis que melhor se encaixe com a nossa necessidade e vamos ter boas notícias em breve”, frisou.

 

Além da melhora considerável nos parâmetros de engenharia aplicados no local, a expansão do Aterro Sanitário Municipal traz economia à Prefeitura e ao cidadão barbarense. Atualmente o Município coleta 140 toneladas por dia de lixo.