Rodovia dos Bandeirantes é a melhor do país, segundo Confederação Nacional do Transporte

Via Anhanguera (SP-330), também administrada pela CCR AutoBAn, obteve 4ª colocação no ranking, que avaliou 105 mil quilômetros de rodovias em todo o país

 

Pesquisa CNT de Rodovias divulgada hoje (7) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) aponta a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), administrada pela CCR AutoBAn, como melhor rodovia do país pelo sexto ano consecutivo (2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017). A Via Anhanguera (SP-330), também administrada pela concessionária, conquistou a 4ª posição. Juntas, as duas rodovias formam o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, responsável por ligar a capital paulista às regiões de Jundiaí e Campinas, interior de São Paulo e aos estados do Centro-Oeste e Norte do país.

 

Para o estudo, a equipe da Confederação Nacional do Transporte percorreu 105.814 quilômetros de vias pavimentadas, entre rodovias federais e estaduais. Os especialistas da CNT avaliaram estado geral da rodovia, pavimento, sinalização e geometria.

 

Com traçado moderno e pavimento diferenciado, a partir da aplicação do asfalto-borracha, a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) conta também com tecnologia de ponta para o atendimento dos usuários: são aproximadamente 300 telefones de emergência (instalados a cada quilômetro), 53 câmeras de monitoramento, sistemas analisadores de tráfego, estações meteorológicas e painéis de mensagens variáveis. Além disso, a sede do Programa Estrada para Saúde, voltado para qualidade de vida e bem-estar de caminhoneiros, está instalada no quilômetro 56 da SP-348. Em onze anos, o Programa já atendeu aproximadamente 130 mil pessoas com serviços gratuitos de saúde.

 

Desde 1998 a Rodovia dos Bandeirantes é administrada pela CCR AutoBAn, dentro do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. Neste período, a concessionária já investiu aproximadamente R$ 2,9 bilhões em obras e melhorias, como o prolongamento de Campinas a Cordeirópolis, que representou um aumento de 78 km na extensão da rodovia, e a construção da quarta e a quinta faixa entre São Paulo e Jundiaí, entregues em 2006 e 2014 respectivamente. Em 2017, a CCR AutoBAn entregou obras de implantação de faixas adicionais nas regiões de Campinas e Jundiaí.

 

Já a Via Anhanguera recebeu aproximadamente R$ 4,2 bilhões em investimentos, que resultaram, entre outros, no aumento da capacidade das vias. Destaque para a construção do Complexo Anhanguera, na chegada da rodovia a São Paulo. Inaugurado em 2010, permitiu a construção de dezessete novos viadutos e pontes, criação de novos acessos, implantação de retornos, melhoria de trevos, faixas adicionais, pistas marginais e passarelas. O Complexo Anhanguera melhorou significativamente a fluidez da rodovia na região da Grande São Paulo, trecho com grande tráfego de veículos.  A CCR AutoBAn também investiu na implantação de diversos recursos tecnológicos, na construção de faixas adicionais, terceiras faixas e vias marginais, capazes de suportar os quase 350 mil veículos que trafegam diariamente pelo trecho da Via Anhanguera administrado pela CCR AutoBAn.

 

A Via Anhanguera obteve 4 vezes (anos de 2000, 2001, 2002 e 2007) o primeiro lugar no Ranking CNT de Rodovias. No ano passado, a Via Anhanguera atingiu a terceira colocação.

 

Ranking CNT 2016

1º – São Paulo/SP – Limeira/SP – SP-348 -SP-310/BR-364

2º – Campinas/SP – Jacareí/SP – SP-065, SP-340

3º – Bauru/SP – Itirapina/SP – SP-225/BR-369

4º – São Paulo/SP – Uberaba/MG – BR-050, SP-330/BR-050

5º – Barretos/SP – Bueno de Andrade/SP – SP-326/BR-364

6º – São Carlos/SP – São João da Boa Vista/SP – São José do Rio Pardo – SP-215/BR267, SP-350, SP-350/BR-369

– Ribeirão Preto/SP – SP330/BR-050, SP-333

– Sorocaba/SP – Cascata/SP – Mococa/SP – SP-075, SP-340, SP-342, SP-344

– São Paulo/SP – Itaí/SP – Espírito Santo do Turvo/SP – SP-255, SP-280, BR-374

10º – Piracicaba/SP – Mogi Mirim/SP – SP-147, SP-147/BR373

 

Curiosidades da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348)

  • O nome da rodovia é uma homenagem aos Bandeirantes, desbravadores paulistas que durante o período colonial percorreram o interior do país em busca de índios e pedras preciosas

 

  • A Rodovia dos Bandeirantes foi inaugurada no dia 28 de outubro de 1978. A rodovia foi construída em 26 meses, dentro do cronograma estipulado pelo Governo de São Paulo

 

  • Em 2017, a Rodovia dos Bandeirantes completou 39 anos

 

  • Desde 1º de maio de 1998 a Rodovia dos Bandeirantes é administrada pela CCR AutoBAn dentro do 1º lote do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. Neste período, a CCR AutoBAn já investiu cerca de R$ 2,9 bilhões em obras e melhorias na rodovia (Jul/2017)

 

  • Em dezembro de 2001, a CCR AutoBAn entregou as obras do prolongamento da rodovia, com a construção de um trecho de 78 quilômetros entre Campinas e Cordeirópolis

 

  • Durante a inauguração do primeiro trecho do prolongamento, entre Campinas e Santa Bárbara D’Oeste, aconteceu a Maratona dos Bandeirantes, a primeira realizada em uma rodovia. Com transmissão ao vivo por emissoras rádio e TV, o evento contou com a participação de mais de dois mil atletas brasileiros e estrangeiros

 

  • Durante as obras de recuperação de pavimento, em 2012, entre São Paulo e Campinas, foram utilizados 500 mil pneus no asfalto ecológico. O pavimento reduz o nível de ruído e aumenta a aderência dos veículos à rodovia

 

  • Ainda em relação ao pavimento da rodovia, outra inovação é a tecnologia conhecida como Mistura Asfáltica Morna (MAM), produzida em temperaturas até 40°C mais baixas, o que gera reduções importantes no consumo de energia e na emissão de poluentes em obras de pavimentação

 

  • A Rodovia conta com 53 câmeras de circuito fechado para monitoramento de tráfego e 283 telefones de emergência, instalados a cada quilômetro da rodovia

 

  • Cerca de 500 mil veículos trafegam diariamente pela rodovia

 

  • Em 2016, cerca de 110 mil serviços foram prestados aos usuários na Rodovia dos Bandeirantes

 

  • Eleita 8 vezes melhor a rodovia pelo Ranking CNT – 2004, 2006, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017 – e dez vezes pelo Guia 4 Rodas – 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016

 

  • Está instalado, no km 56 da Rodovia dos Bandeirantes, o programa Estrada para Saúde, que oferece uma série de serviços gratuitos de saúde ao caminhoneiro, com o objetivo de auxiliar na qualidade de vida dos profissionais. Desde 2006, quando foi inaugurado o ponto fixo, 127 mil caminhoneiros já foram atendidos.