Região tem cinco cidades em alerta e Eng. Coelho com risco de dengue

Mapeamento do Ministério da Saúde mostra onde há infestação do Aedes.
Estudo feito em janeiro pesquisou índice de larvas do mosquito nas casas.

mosquito

Cinco cidades da região estão em situação de alerta para uma epidemia de dengue, conforme levantamento do Ministério da Saúde: Piracicaba (SP), Capivari (SP),Cordeirópolis (SP), Nova Odessa (SP) e Santa Bárbara D’Oeste (SP). Engenheiro Coelho (SP) apresenta a situação mais grave, já que o município é o único da região de Piracicaba na lista de 47 cidades paulistas onde há risco de epidemia da doença.

No Brasil são 267 cidades nesta situação, além de 487 em condição de alerta. Entre as 983 pesquisadas, 238 apresentaram situação satisfatória no controle da proliferação do mosquito transmissor. O estudo leva em consideração o Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) levantado em janeiro. O dado serve para identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor da  dengue.

Em Engenheiro Coelho foram encontradas larvas em 7,1% das casas pesquisadas. Conforme o parâmetro do Ministério da Saúde, taxas acima de 4% representam risco de surto da doença. Em Capivari, onde o índice chegou a 3,7%, há cinco casos positivos em 2013. Em Piracicaba, com Liraa de 3%, foram 28 registros até agora. Em Nova Odessa, há mosquitos em 2,7% dos domicílios pesquisados e cinco casos de dengue desde janeiro (quatro importados de outras cidades e um autóctone).

O Ministério da Saúde lançou na segunda-feira (25) campanha de incentivo à população pela prática de medidas de prevenção contra o Aedes aegypti. A campanha também alerta  sobre os sintomas da doença e quais medidas devem ser adotadas em caso de suspeita. “O levantamento deve servir para alertar os estados e os municípios. Devemos agir para evitar mais óbitos e casos graves”, afirmou por meio de assessoria o secretário de Vigilância em Saúde do governo federal, Jarbas Barbosa.

 

Fonte: G1

Comentários