Projeto Saúde Compartilhada do Fundo Social em Americana atende 66 pessoas na primeira edição

O projeto “Saúde Compartilhada”, promovido pelo Fundo Social de Solidariedade de Americana em parceria com a farmácia Droga Pires atendeu, na manhã desta quarta-feira (12/7), 66 pessoas, na sede do Fundo Social. Na primeira edição do projeto, foram disponibilizados testes gratuitos de glicemia e de pressão arterial. O atendimento será realizado toda segunda quarta-feira do mês com o objetivo de prevenir doenças crônicas como diabetes e hipertensão arterial. A próxima edição será em 9 de agosto, das 8 às 11 horas.

Para a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maine Najar, o projeto busca criar uma rotina de atendimento de saúde à população, estimulando a procura pelos serviços de prevenção para uma vida mais saudável. “A ideia é fazer esse trabalho continuamente e, para isso, conseguimos a parceria da Droga Pires para promover a saúde da população. São doenças silenciosas que trazem risco e, por isso, é importante estarmos sempre conferindo a pressão arterial e realizando o teste de glicemia para que possamos alertar a população se as aferições estiverem fora do normal, buscando um diagnóstico precoce. Também vamos orientar os participantes em relação à alimentação, o que se deve comer e o que se deve evitar para quem tem pressão alta, para quem tem diabetes e descobrir eventuais problemas de saúde”, explicou Maine, que também fez os testes.

A participação de 66 pessoas na primeira edição do projeto representou o interesse e a preocupação com a saúde e o controle das doenças. “Eu gosto muito disso, porque eu tive AVC há 10 anos atrás, então tem os exames de pressão e glicemia que para mim é muito bom e são importantes para toda a população”, relatou Nilsa Maria Massa,  46 anos.

A farmacêutica do Fundo Social, Thais Piola da Silva, ressaltou a importância do controle da diabetes e da pressão arterial com a prática de testes simples. “Nestes testes conseguimos detectar algum problema e a pessoa poderá ir ao médico para ter um diagnóstico. Muitos pacientes procuram a Farmácia do Fundo Social para solicitar medicamentos para hipertensão e diabetes e o projeto visa atender esta demanda, além de promover a prevenção das doenças. É interessante poder fazer isto todo mês e ter um controle, ter essa fidelidade com o paciente.”

A Farmácia do Fundo Social recebe doações de medicamentos por meio da iniciativa privada e da população. Os medicamentos ficam à disposição das pessoas que não podem comprá-los, mediante a apresentação de receita médica. As doações podem ser feitas no Fundo Social, na fica na Rua Antônio Frezzarin, nº 412, Jardim São Paulo. O telefone é 34054772.

 

Unidade de Imprensa
Fotos: Natália Santana

Comentários