Projeto que cria Ecopontos Culturais é aprovado na Câmara de Limeira

Proposta de Jorge de Freitas visa disseminar a cultura sustentável

Livros, jornais, revistas, periódicos, mídias, CDs e DVDs serão encontrados em “Ecopontos Culturais” de Limeira, que poderão receber, disponibilizar e dar livre destino a esses e outros materiais. Isso é o que determina o Projeto de Lei 86/2017, do vereador Jorge de Freitas (PEN), aprovado na sessão ordinária de segunda-feira, 17 de julho.

Segundo Jorge, nesses pontos, definidos pelo Executivo, a população terá acesso a esses materiais, como uma forma de disseminar cultura. Jorge, em sua justificativa, também observa que essa prática permitirá criar novas alternativas sustentáveis, ao passo que irá estimular o acesso aos materiais que levam cultura, estudo e lazer até as pessoas.

“O Poder Público deve gerir políticas sustentáveis de destino final de mercadorias e materiais recicláveis, sendo que a criação da possibilidade de repasse desses itens e estimulo do cidadão para participar do ciclo virtuoso de destino de livros e periódicos é claramente uma dessas destinações finais de maior nobreza”, justifica o parlamentar.

O projeto depende da sanção do prefeito para entrar em vigor e deverá ser regulamentado por decreto do Executivo.

 

Comentários