Projeto Dois Irmãos: Gian & Duany cantam pelo Brasil

A vida e a carreira musical dos irmãos contada em trabalho especial por todo o país

A vida imita a arte ou será o contrário?  Pode o destino reparar um erro e trazer felicidade aonde parecia não haver mais alegrias? Vamos contar a história de Aparecido, Arnaldo e Marcelo. A princípio quem lê não entendi de quem estamos falando, mas no decorrer da história, entenderão de quem se trata e como o destino uniu a história de vida e musical destes irmãos.

Tudo começou em Franca, no interior de São Paulo, quando os irmãos Aparecido, Arnaldo e Marcelo, ainda pequenos já tinham como brinquedo preferido um violão, por sinal tocavam escondido do pai. Sr. Francisco escondia o violão em cima do armário já que o instrumento era uma preciosidade.

Ainda crianças, com seis e oito anos de idade, Arnaldo e Aparecido formaram a dupla Sereno e Sereninho. Juntos, eles faziam shows em bares, botecos, churrascarias, festas infantil e junina para, além de cantar, ajudar no sustento da família. No repertório, clássicos de Tonico e Tinoco, Tião Carreiro e Pardinho, Chitãozinho e Xororó, Milionário e José Rico, Duduca e Dalvan, dentre outros. A formação durou cinco anos.

A brincadeira foi ficando séria, e logo Sr. Francisco percebeu o talento dos filhos. Já nessa época Aparecido revelou-se autodidata (conseguindo tocar várias músicas só de ouvir uma única vez). Foi quando seu Francisco resolveu incentivá-los a formar o primeiro trio infantil da região: O trio Sereno, Sereninho e Gaúchinho. E em pouco tempo já estavam fazendo apresentações ao vivo em bares e restaurantes. Aí se foram mais dois anos na estrada, até Arnaldo ter um problema com voz, uma rouquidão crônica, que o afastou dos palcos e do sonho de cantar.

Assim, em 1983, Aparecido e Marcelo seguiram como Valmir e Vilmar que, logo se transformaram em Gian e Giovani, e explodiram no Brasil inteiro no ano de 1988. Foram inúmeros sucessos na lista de músicas que permaneceram no ranking das mais tocadas por semanas, vieram os discos de ouro, platina, platina duplo e diamantes.  

Em 1990, Arnaldo já recuperado, firmou parceria com o amigo Joaquim e formaram a dupla Duani e Dinei. São anos de carreira com shows por estados como Minas Gerais, São Paulo, Paraná. ” Se um contratante quer o show da dupla, nosso escritório está pronto para atender e continuamos a finalização do DVD. Não há ainda uma previsão para o lançamento, já que estou focado no projeto com o Gian” afirma Duany.  

O projeto ‘Dois Irmãos’ nasceu em agosto de 2016. Arnaldo (Duani) gravava um DVD em comemoração aos 25 anos de carreira ao lado do companheiro Dinei e Gian era um dos convidados especiais. Naquele momento, o público que lotou o Clube Passense de Natação pôde ver o início, onde realmente tudo começou.

Juntos, Duani e Gian cantaram ‘Nem Dormindo Consigo Te Esquecer’, ‘O Grande Amor da Minha Vida’ e ‘1, 2, 3’, sob os olhos atentos e emocionados do Sr. Francisco. Era o ‘sim’ que eles esperavam. Uma forma do destino reparar um momento dos irmãos, interrompido em 1983 e que agora chega em todo o Brasil com força e muito mais união. 

De lá para cá, Gian e Duani fizeram alguns shows juntos e, lógico, o resultado não poderia ser outro: sucesso garantido! A agenda da dupla já está aberta, mas o momento é focado para escolha do repertorio de gravação do EP, a dupla pretende lança-lo antes de um DVD com regravações e inéditas, o local do DVD ainda não definido pela dupla.


Além de clássicos de Gian e Giovani e Duani e Dinei, os irmãos apresentam novas composições e releituras impecáveis, uma demonstração pura de talento e carisma. “Só Deus mesmo para escrever uma história tão linda assim, já que começamos nossas carreiras juntos. Inegável o nosso entrosamento e amizade. Reencontrar o meu irmão nos palcos foi um presente”, diz Duany.

Muitas vezes nós não entendemos os caminhos que a vida nos leva, mas estar ao lado do Arnaldo nos palcos é um privilégio. Hoje temos a oportunidade de escrever uma história muito bonita, fortalecidos, maduros e cheios de vontade. Que Deus nos abençoe e, que juntos, possamos trilhar por uma estrada cheia de prosperidade, fazendo aquilo que mais gostamos: cantar”, encerra Gian.

 

Siga a redes:

Instagram: bit.ly/gianeduany-instagram

Facebook: bit.ly/gianeduany-facebook

Youtube: bit.ly/gianeduany-youtube

Site: bit.ly/gianeduany-site

Comentários