Presidenta Dilma entrega 84 ambulâncias do SAMU-SP

Ambulâncias samu

 

Foto: Divulgação

Unidades vão reforçar frota disponível para o atendimento a urgência e emergência. Investimento foi R$ 10,3 milhões.

A Presidenta Dilma Rousseff entregou, nesta sexta-feira (25), 84 unidades de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU 192) ao município de São Paulo. O investimento na aquisição dos veículos e equipamentos foi de R$ 10,3 milhões – o valor de cada unidade é de R$ 122,7 mil. As ambulâncias entregues ao município de São Paulo serão usadas para renovar a frota do município, assegurando a continuidade das ações de atendimento à população, e correspondem a 30% do total de 279 unidades doadas ao estado de São Paulo neste mês. Em todo país já foram doadas 521 unidades do SAMU.

Durante a cerimônia, a presidenta disse que “a hora que as pessoas mais precisam é justamente diante de algum acontecimento triste, como é o caso de um desastre, de um problema de coração, de pressão alta. Estou feliz de estar aqui para entregar as 84 unidades do SAMU, mas não só por causa das ambulâncias, mas também por causa dos profissionais que trabalham nesses veículos, que têm  uma imensa capacidade de atender”, disse.

Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha enfatizou ainda que “estamos entregando um serviço executado por profissionais capacitados para atender a população em situação de emergência. O SAMU é um serviço integrado por ambulâncias, profissionais capacitados, médicos, enfermeiros e os técnicos de enfermagem. O SAMU é um serviço de atendimento médico que começa na sua ligação. Quando você liga para aquele número 192, quem atende já é uma pessoa capacitada na área da saúde para entender qual é o seu problema”, completa.

Padilha disse ainda que o “dia de hoje é importante, pois marca o início de uma parceria cada vez mais próxima entre governo federal, o Ministério da Saúde e a Prefeitura de São Paulo”, afirma.
Além de comprar, equipar e repassar as ambulâncias para Estados e Municípios, o Ministério da Saúde paga R$ 12,5 mil/mês para o custeio das Unidades de Suporte Básico (USB) e R$ 27,5 mil/mês para as Unidades de Suporte Avançado (USA). Esse repasse resulta em aporte anual de R$ 150 mil para cada unidade de serviços básicos do SAMU e R$ 330 mil/ano para as de serviços avançados ou de UTI.

Um balanço entre os anos de 2005 e 2012 mostra que o município de São Paulo recebeu do Ministério da Saúde o quantitativo de 294 Unidades Móveis, sendo 107 USB, 15 USA, 10 para reserva técnica e 78 destinadas à renovação de frota, além de 84 motos. Além disso, compõe o serviço uma Central de Regulação das Urgências para organizar os fluxos de atendimento aos pacientes que necessitam do SAMU na capital.

O SAMU 192 integra a Rede Saúde Toda Hora, que organiza a atenção às urgências e emergências no Sistema Único de Saúde (SUS). Nessa estratégia, a unidade móvel é responsável pelo atendimento inicial ao paciente, bem como pela avaliação e encaminhamento para o serviço ou hospital mais adequado, de acordo com a gravidade de cada caso.

Esse encaminhamento é gerenciado pela Central de Regulação, que orienta para onde o paciente deve ser levado, após checagem junto aos hospitais que podem prestar o atendimento de urgência e emergência. As ambulâncias estão divididas em Unidades de Suporte Básico (USB), que atendem serviços de menor complexidade, e Unidades de Suporte Avançado (USA) ou UTI móvel, para casos mais graves.

ESTADO – Atualmente, São Paulo possui 48 Centrais de Regulação de Urgências, que cobrem 344 municípios, que correspondem a 53% das cidades do estado. A cobertura populacional do SAMU é de 32 milhões de habitantes, ou 78% da população.

Além dessas 279 unidades doadas ao Estado neste ano, no período entre 2004 e 2012, o Ministério da Saúde enviou para São Paulo, 929 Unidades móveis, sendo 461 USB e 99 USA, além de 52 unidades de reserva técnica e 202 para renovação de frota e mais 115 motos. O custeio do SAMU 192 repassado no ano de 2012 foi de R$ 94,3 milhões.
Neste mês o Ministério da Saúde liberou 279 ambulâncias para o Estado de São Paulo. Destas, 146 (52%) já foram entregues a municípios paulistanos. Outras 133 estão em processo de transferência.

Comentários

Notícias Relacionadas

Região tem cinco cidades em alerta e Eng. Coelho c... Mapeamento do Ministério da Saúde mostra onde há infestação do Aedes. Estudo feito em janeiro pesquisou índice de larvas do mosquito nas casas. Ci...
Lateral esquerdo ex-Boca Juniors é novo reforço do... Por Conmebol A diretoria são-paulina segue reforçando o time para a disputa do Campeonato Brasileiro, e, também para a final da Recopa Sul-Amer...
Equipe de Atletismo de S.Bárbara disputa a 20ª edi... A equipe SBAtletismo / Seme (Secretaria Municipal de Esportes) participará neste sábado (28) da 20ª edição da São Silvestrinha, tradicional competição...
Receita reforça fiscalização em voos internacionai... A Receita Federal está reforçando a fiscalização nos três aeroportos com maior número de voos internacionais neste fim de ano. De acordo com balanço d...