Prefeitura de S. Bárbara reforça medidas para reduzir despesas


Visando manter o equilíbrio financeiro e a redução de despesas alcançadas com uma série de medidas implementadas no ano passado, a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste reforça tais ações com a publicação do Decreto nº 6.657, que vigorará de 7 de novembro a 31 de dezembro de 2016.

A decisão leva em conta a crise econômica que atinge o País e reflete diretamente na arrecadação do Município. Assim como ocorreu em 2015, o valor arrecadado este ano demonstra-se abaixo do estimado e previsto no orçamento anual. Além disso, os indicadores econômicos nacionais não apontam para uma melhora em 2017.

“Assim como fizemos no final do ano de 2015, diante da grave crise econômica nacional que acaba por interferir no dia a dia dos municípios, elaboramos um pacote de ações que visam reduzir os custos operacionais da Prefeitura. Vale ressaltar que desde 2013 já reduzimos custos significativos com a redução de contratos e o quadro de comissionados”, destacou o prefeito Denis Andia.

Com o decreto, o horário de expediente das repartições públicas passa a ser de seis horas, exceto os setores considerados essenciais e o atendimento ao público será feito das 9 às 13h30.

Já os Prontos Socorros, UBSs (Unidades Básicas de Saúde), Centro de Especialidades Médicas e Odontológicas, SAD (Serviço de Atenção Domiciliar), Farmácia Popular, CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), Núcleo de Atenção Psicossocial Infantil, Núcleo de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, Saúde da Mulher, AMDIC (Ambulatório Médico de Doenças Infecto Contagiosas), Transporte, Ouvidoria da Saúde, CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e CIMCA (Centro Integrado Municipal da Criança e do Adolescente), CREAS (Centro de Referência Especializada de Assistência Social), Centro POP (Centro para Atendimento de População de Rua) Escolas, Creches, Parques, Cemitérios, Defesa Civil, Unidades Esportivas, Bibliotecas e CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) funcionarão normalmente.

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) também deverá fixar as medidas voltadas à otimização da redução de despesas no decorrer do exercício de 2016.

 

Assessoria de Imprensa

Comentários