Prefeitura de Piracicaba implanta novo sistema de gestão de compras

Ferramenta vai padronizar descritivos de produtos, reduzir tempo e trabalho manual e ofertar memória da compra on-line, entre outras vantagens

A Prefeitura de Piracicaba começa a usar, a partir de segunda-feira, 24/07, um novo sistema de gestão de compras, que irá agilizar o processo. A ferramenta eletrônica, desenvolvida pela empresa Cecam, vai padronizar descritivos de produtos, reduzir tempo e trabalho manual, ofertar memória da compra on-line e criar interface com os sistemas da Audesp – do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo – pregão eletrônico, almoxarifado, bens patrimoniais, contratos, Portal da Transparência e sistema financeiro (Siafem) e vai realizar, no próprio sistema, o pregão presencial.

O grande avanço em relação à prática atual é a cessação do retrabalho e a existência de uma memória eletrônica que permitirá a elaboração de diferentes relatórios. “Hoje em dia, no caso de uma compra de muitos itens em pregão, por exemplo, a secretaria faz a descrição do item e nos envia, para que façamos o edital. Na hora de lançar no sistema do pregão presencial é preciso digitar novamente item por item daquilo que se está comprando e, novamente, quando se lança no sistema da Audesp. Com a ferramenta, esta migração vai ocorrer sem ter que redigitar. Os módulos que terão interface serão alimentados diretamente, permitindo um maior controle”, explica Maria Angelina Chiquito Alanis, diretora do Departamento de Material e Patrimônio.

Para o sistema ficar plenamente operacional, a Secretaria de Administração promoveu treinamentos com os servidores envolvidos e ampliou as redes em secretarias externas.

A partir do início de uma compra, o produto ou a obra a ser comprado receberá um número, que possibilitará acessar toda a memória do item. Já para alimentar o sistema, existirão status de usuários. Se, por exemplo, já houve uma compra de itens por uma secretaria, com o código recebido por um item já descrito, é possível ver se já foi feita uma pesquisa de preços recente e utilizá-la para balizar a compra, gerando uma economia de tempo. Com a padronização dos itens, a descrição de uma caneta será feita igualmente para qualquer secretaria.

A implantação do sistema não elimina o processo físico de compras, que é obrigatório por lei.

Para o secretário municipal de Administração, Erotides Gil Bosshard, a grande vantagem é a redução de qualquer trabalho manual e a possibilidade de alimentação dos diferentes sistemas de forma eletrônica.

Comentários