Prefeitura de Piracicaba entrega chaves para novos permissionários do Camelódromo

Os autorizados participaram de palestra com orientações sobre a legislação vigente e uso do espaço público

A Prefeitura, por meio da Secretaria do Trabalho e Renda (Semtre), entregou na manhã de hoje, 03/08, as chaves de 10 boxes para os novos permissionários do camelódromo. O ato contou com as presenças do prefeito Barjas Negri e o secretário da Semtre, Evandro Evangelista.

Para Barjas Negri é importante que os novos permissionários sejam perseverantes e aproveitem a oportunidade, além de executar seus trabalhos com lisura.”É muito importante a formalização do seu trabalho por meio do MEI (Microempreendedor Individual)”, observou.

O secretário Evandro Evangelista disse que “as ações que vêm sendo executadas no Camelódromo, de disponibilizar novos boxes, visa atender as necessidades das pessoas de gerar renda para enfrentar o momento da economia que temos vivenciado”.

Após a entrega das chaves, os novos permissionários passaram por palestra de orientação quanto à legislação vigente e uso do espaço público. Eles comercializarão produtos diversificados, como roupas, calçados, acessórios, produtos de informática, conserto de celular, entre outros.

No início de 2017 foi feito um levantamento da lista de espera por box no camelódromo e 318 pessoas aguardavam por espaço. No intuito de reduzir o número de pessoas que aguardavam, foi feita uma atualização cadastral dos interessados e a lista foi reduzida para 181 interessados, visto que muitas pessoas não tinham mais interesse ou não residiam mais em Piracicaba. Todos os interessados passam por avaliação socioeconômica e orientação para uma melhora na qualidade de vida. O uso do espaço do camelódromo é a título precário e intransferível.

Amara Maria da Silva de 48 anos é uma das novas permissionárias. Moradora do bairro Vila Fátima, há sete anos ela sobrevive com a venda do que ela chama de miudezas, que incluem cosméticos e utensílios de cozinha. Ela, que foi contemplada com um apartamento no Residencial Parque dos Ipês, no sábado, 22/07, se emocionou ao receber as chaves do seu box das mãos do prefeito Barjas Negri. “Mesmo com o país em crise tive o privilégio de ser selecionada. Agora minha expectativa é trabalhar e crescer como profissional. Agradeço a oportunidade e conto com a colaboração da Semtre”, disse.

ESPAÇO CONCORRIDO – O camelódromo central de Piracicaba foi implantado em 1992, pelo Decreto nº 5.941, de 18 de dezembro de 1992. Estão fixados, atualmente, no camelódromo 75 permissionários e as atividades ali desenvolvidas são comercialização de produtos diversos (roupas, brinquedos, produtos eletrônicos, bolsas, acessórios para celular, tênis, bijuterias, perfumes Natura e Avon, entre outros), produtos alimentícios (salgados, doces, bolos, refrigerantes, água, espetinhos e caldos) e um box de produtos medicinais.

O interessado em ocupar um espaço no Camelódromo Central deve abrir processo na Semtre. Considerando que o número de interessados é grande e, com base na Lei Complementar 178/2006, há uma lista de espera, organizada por ordem cronológica de pedidos. Quando há um box disponível, o primeiro da lista é convocado e passará pelos trâmites necessários, como atualização do cadastro, apresentação do atestado médico, levantamento socioeconômico, visita domiciliar, entre outros – e, se estiver apto, ocupará o box.

A Semtre, por meio de cursos de qualificação e palestras oferecidos gratuitamente pela secretaria, qualifica gratuitamente as pessoas que trabalham no espaço.