PONTE PRETA VENCE NOS PÊNALTIS E ESTÁ NA SEMIFINAL

A Ponte Preta está nas semifinais do Paulistão Itaipava após dois jogos emocionantes e desempatados apenas nos pênaltis. Nesta segunda-feira, o zagueiro David Braz marcou na vitória por 1 a 0 durante o tempo normal, mas perdeu nas cobranças de pênaltis, que terminaram 5 a 4 para o time visitante no Pacaembu.

Por outro lado, o Santos deixa a competição após oito finais consecutivas. A Ponte Preta agora se prepara para enfrentar o Palmeiras. No outro jogo da semifinal, o São Paulo enfrentará o Corinthians. O Conselho Técnico desta terça-feira definirá locais e datas das partidas.

Logo no primeiro minuto, Nino Paraíba recebeu um lançamento pela direita, tirou da marcação, chegou à linha de fundo, levantou a cabeça e errou o cruzamento para Lucca, na primeira e única oportunidade da Ponte Preta no primeiro tempo. Em resposta, Lucas Lima aproveitou uma cochilada da marcação e lançou para Ricardo Oliveira. O atacante usou o corpo para fazer o giro e bater cruzado. Ela atravessou toda a grande área e saiu pela linha de fundo.

Com liberdade para se movimentar, Lucas Lima foi derrubado pelo lado esquerdo aos 15 minutos de jogo. Ele mesmo alçou a bola na grande área em direção ao segundo pau. Bruno Henrique desviou de cabeça e Lucas Veríssimo tentou completar com uma bicicleta, mas ela sobrou para David Braz. Sem marcação, o zagueiro emendou um voleio na linha da pequena área, sem nenhuma chance para Aranha.

No segundo tempo, a primeira grande chance foi do Santos. Victor Ferraz partiu para o lance individual em cima de Reynaldo, acertou o drible pela direita e tentou o cruzamento. A zaga da Ponte Preta tentou afastar o perigo, mas ela caiu nos pés de Zeca, que emendou da intermediária. Aranha se esticou e jogou pela linha de fundo.

Aos 17 minutos, mais uma vez Zeca puxou para o meio, tirou Elton da jogada na velocidade e bateu rasteiro. Ela tocou no gramado e explodiu na trave direita. No rebote, Ricardo Oliveira tentou completar, mas a zaga afastou.

Mais tarde, aos 25 minutos, o goleiro Vanderlei fez a sua primeira defesa no jogo. Ravaneli cobrou uma falta pela esquerda em direção a meta e obrigou o adversário a jogar pela linha de fundo. Na cobrança, a Ponte Preta tentou sair jogando curto e Elton cruzou em direção a marca do pênalti. Yago completou para o fundo das redes, mas o auxiliar anotou impedimento e invalidou o lance.

No final da partida, os times foram em busca do gol da classificação, mas não conseguiram criar grandes chances. Na melhor delas, Copete matou no peito e deu um voleio da linha da grande área, mas a bola passou ao lado do gol.

Com a vitória santista e o empate no agregado, o jogo foi para as penalidades. O Santos começou batendo e Kayke acertou a finalização. A Ponte Preta também fez a sua.

Autor do gol na partida, David Braz foi o encarregado pela segunda cobrança do Santos e bateu rasteiro. O goleiro Aranha adivinhou o canto e agarrou a bola.

Coma vantagem, a Ponte Preta foi cirúrgica nas cobranças. Mesmo o Santos também tendo acertado todas as outras suas, William Pottker encerrou a série com um belo chute no canto direito de Vanderlei e decretou a vaga para a Ponte Preta.

FPF

Comentários