Piracicaba

Piracicaba é premiada por destaque em ranking de saneamento

Premiação ocorreu durante Simpósio em São Paulo

 

O prefeito Barjas Negri participou ontem (05), em São Paulo, do Simpósio Ranking Abes da Universalização do Saneamento. Na ocasião, Piracicaba foi premiada por ficar, em primeiro lugar, no Ranking da Universalização do Saneamento – edição 2017. O estudo da Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) avaliou 231 municípios do país com mais de 100 mil habitantes – Piracicaba se destacou dentro do seleto grupo de 14 cidades nos itens abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta de lixo e destinação de resíduos. Também foram analisados os números de internações advindas da falta de saneamento.

“O evento é importante porque fez uma análise completa dos municípios com mais de 100 mil habitantes e mostrou o compromisso com o saneamento básico. A apresentação dos resultados estimula que as prefeituras cobrem seus governantes. Piracicaba ficou muito orgulhosa de estar presente no Ranking e dentro dos indicadores da ABES. Temos o compromisso para investir no saneamento e preservar a saúde da sua população, principalmente a da periferia”, afirmou o prefeito Barjas Negri durante o simpósio.

Atrás de Piracicaba ficaram as cidades de Araçatuba (SP), Araraquara (SP), Birigui (SP), Curitiba (PR), Franca (SP), Jundiaí (SP), Limeira (SP), Maringá (PR), Niterói (RJ), Santos (SP), São José dos Campos (SP), Taubaté (SP) e Votorantim (SP). Esse grupo concentra apenas 6% dos municípios que detém as maiores pontuações no ranking.

 

No estudo, as três faixas que dividem os municípios são as seguintes: Rumo à universalização (14 cidades) – com pontuação acima de 489; Compromisso com a universalização (41 cidades) – de 450 a 489 e Primeiros passos para a universalização (176 cidades) – abaixo de 450

 

 

O Ranking – Apresentado pela primeira vez no Congresso ABES/Fenasan, em outubro de 2017, o Ranking utiliza dados do Sistema Nacional de Informações em Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades, e cruza estes dados com as informações disponíveis sobre as doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado (DRSAI). Essas doenças constam no Datasus, sistema de informação em saúde do Ministério da Saúde.

Foram avaliados 231 municípios com mais de 100.000 habitantes. Das 27 capitais, do Brasil, 26 foram avaliadas.

O estudo classificou as cidades em três categorias: rumo à universalização; compromisso com a universalização e primeiros passos para a universalização. Apenas 6% dos municípios avaliados se enquadram na categoria “rumo à universalização”. Outras 18% estão enquadradas em “compromisso com a universalização” e a maioria, ou seja, 76% dos municípios foram enquadrados na categoria “primeiros passos para a universalização”.

 

Foto: Divulgação

 

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br