Pés de idosos precisam de tratamento diferenciado

Nessa fase da vida, é importante tomar cuidados específicos para evitar dores e lesões

Os pés merecem uma atenção especial. Fazer a higiene, secar corretamente, manter as unhas bem cortadas e hidratar diariamente são apenas alguns dos cuidados para mantê-los saudáveis. E isso vale para qualquer idade. No entanto, do decorrer dos anos, a atenção a eles tem de ser redobrada. Quando a pessoa passa dos 60 anos, precisa ter outros tipos de cuidados para evitar problemas comuns nessa fase da vida.

O processo fisiológico do envelhecimento por si só já causa grandes mudanças nos pés. Mas há outros fatores que contribuem para o surgimento de problemas, como o uso incorreto de calçados, a pisada inadequada, fadiga e má circulação, além de doenças como diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardíacas ou problemas vasculares.

“Com o avanço da idade, há um aumento na frequência de dores nos pés. Acima dos 65 anos, cerca de 55% das mulheres sentem dores nos pés. Nos homens, este índice é de mais de 34%,” explica Janete Azevedo, podóloga da Clínica Spés, em Campinas.

Além da dor, que se torna cada vez mais comum, os idosos costumam sofrer outro tipo de problema: as fissuras (rachaduras). “Quase metade da população tem ou teve rachaduras nos pés nos últimos 12 meses, sendo que as mulheres apresentam o dobro de incidência dos homens”, diz a podóloga Lucinéia Saito, que também atende na Clínica Spés.

Com o avanço da idade, as unhas também costumam ficar mais grossas, o que dificulta o corte, e a pele fica mais fina e ressecada, fatores que deixam os pés também mais sujeitos a calos, fissuras, joanetes e micoses. “Os idosos costumam ter mais dificuldades para alcançar os pés e cuidar deles corretamente. Por isso, na maioria dos casos, eles precisam da ajuda de um profissional”, diz Janete. “E, no dia a dia, também é fundamental que tomem alguns cuidados, como secar e hidratar os pés sentados ou com o auxílio de uma outra pessoa”, completa Lucinéia.

Cuidados básicos com os pés na terceira idade:

– Olhar com cuidado, examinar e lavar diariamente os pés

– Secar bem os pés após o banho, com atenção maior entre os dedos

– Evitar água muito quente

– Cortar as unhas dos pés regularmente em linha reta e não muito curtas. Caso haja risco de lesões ou se o dedo já estiver machucado, procure um podólogo

– Manter os pés sempre hidratados

– Em caso de calos, é importante ter cuidado com materiais cortantes e procurar sempre um podólogo para o trabalho

– Usar sapatos confortáveis e seguros, com as solas firmes e a parte superior macia. Vale aqui uma dica: o calçado sempre deve ser comprado no final do dia, quando os pés estão mais inchados

– Alternar calçados fechados com momentos em que os pés ficam arejados

– Usar meias de algodão, que absorvem melhor a transpiração e diminuem a probabilidade de fungos