Palmeiras vence o Fluminense e dorme na vice-liderança


O clube paulista mostrou futebol semelhante da estreia e se reabilitou da derrota para a Ponte Preta

O Palmeiras deu a volta por cima na noite desta quarta-feira ao derrotar o Fluminense pelo placar de 2 a 0 na Arena Palmeiras, terminando a terceira rodada do Brasileirão na vice-liderança, com seis pontos, atrás apenas do Santa Cruz, com sete.

Para seguir com 100% de aproveitamento, o técnico Cuca esboçou ao menos três esquema tático. Primeiro, atuou sem um homem de referência. Depois colocou um camisa 9 e viu o time jogar melhor pelos lados de campo. A terceira foi quando o próprio Alecsandro recuou e fez com que o time jogasse com uma linha de quatro no setor ofensivo, anulando o Fluminense na segunda etapa e conquistando uma vitória importante em termos de classificação.

Palmeiras e Fluminense fizeram um jogo truncado. Sem um atacante de ofício, a equipe paulista apostou na velocidade, com Gabriel Jesus, Roger Guedes e Dudu, mas na melhor oportunidade faltou justamente um camisa 9. Roger Guedes apareceu bem pelo lado direito e cruzou. A bola atravessou toda área, na frente de Jesus, até que Diego Cavallieri afastou o perigo.

Pelo lado do clube carioca, Fred foi o grande destaque. O atacante ficou sumido na maior parte do jogo, mas quando apareceu só parou na grande defesa de Fernando Prass. Na primeira tentativa, de cabeça, o goleiro fez um milagre. Na sequência, o camisa 9 arriscou de novo, porém, novamente parou no arqueiro adversário.

Dudu foi outro jogador que apareceu bem. O camisa 7 teve uma chance de marcar na falha de Cavalleri, que largou a bola nos seus pés, mas se recuperou bem para salvar o Fluminense. O meia ainda completou o cruzamento de Jean, porém, chutou nas redes pelo lado de fora.

Na volta para o segundo tempo, Cuca partiu para ousadia. Colocou Moisés e Alecsandro, e tirou Egídio e Cleiton Xavier. O time cresceu e sufocou o Fluminense. Logo aos quatro minutos, Alecsandro fez o pivô e deu de calcanhar para Dudu, que foi para cima de Henrique e chutou. Cavalieri defendeu. Aos 12, a pressão deu resultado. Em cobrança de falta do camisa 7, Vitor Hugo desviou para abrir o marcador.

O Fluminense sentiu o golpe e deu brecha para o Palmeiras fazer o segundo. Roger Guedes tocou de calcanhar para Jean. O lateral foi até a linha de fundo e cruzou para Alecsandro, que mandou a bola para o fundo das redes. O próprio camisa 7 poderia ter feito o terceiro na sequência, mas parou na boa defesa de Cavalieri.

Com boa vantagem, o Palmeiras recuou e deu espaço para o Fluminense contragolpear. Aos 29 minutos, Richarlison passou como quis por Tchê Tchê e tocou para Scarpa pegar de primeira e mandar para fora. O grito de gol da equipe carioca por pouco não virou outro pesadelo. O Palmeiras ainda mostrava força para chegar ao ataque e só não marcou o terceiro, pois Henrique tirou em cima da linha uma finalização de Roger Guedes.

Na próxima rodada, o Palmeiras faz o clássico contra o São Paulo no domingo, às 16h, no Morumbi. No mesmo dia e horário, o Fluminense enfrenta o Botafogo no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

FPF

Comentários