Palmeiras perde para o Barcelona do Equador nos acréscimos

Se na primeira fase da Libertadores o Palmeiras foi premiado com gols importantes nos minutos finais dos jogos, as oitavas de final começaram justamente de forma inversa. O time brasileiro foi derrotado pelo Barcelona do Equador, no Monumental de Guayaquil, por 1 a 0, com um gol de Jonatas Álvez nos acréscimos.

Com o resultado, os brasileiros precisam de uma vitória por dois ou mais gols de vantagem na partida de volta, no dia 9 de agosto, no Allianz Parque. O Barcelona se classifica mesmo perdendo por um gol de diferença desde que marque ao menos um gol em São Paulo. O único resultado que leva a decisão para os pênaltis é a vitória palmeirense por 1 a 0.

O jogo começou com forte marcação das duas equipes e poucas chances de finalização. Na primeira vez que teve espaço, o Palmeiras arrancou com Dudu, que serviu Willian. O atacante tocou na saída do goleiro, mas a bola passou raspando a trave.

O restante da primeira etapa não teve muitos lances de perigo. O time da casa mantinha mais a posse de bola, mas não finalizava. O Palmeiras era mais incisivo quando se lançava ao ataque, mas também não conseguia levar vantagem sobre a defesa equatoriana.

O ritmo do jogo só aumentou no segundo tempo, quando o Barcelona passou a pressionar em busca do primeiro gol, mas dava espaços para os brasileiros responderem em contra-ataques.

Sem inspiração, o Palmeiras se fechou demais na reta final do jogo enquanto o adversário abusava das bolas alçadas para a área e só não marcou antes porque Mina e Luan foram bem nas jogadas pelo alto.

Mesmo com Róger Guedes e Keno, que entraram na segunda etapa para puxar contra-ataque, a equipe brasileira não criou praticamente nada e o empate parecia de bom tamanho.

Os equatorianos partiram para o ataque nos minutos finais e foram recompensados com o gol da vitória aos 46 minutos. Jonatan Álvez arriscou de fora da área e o chute despretensioso desviou antes de entrar no canto esquerdo de Fernando Prass.

FPF

Comentários