Pacientes do Boldrini fazem prova do Enem no hospital


Os pacientes Oziel de Oliveira Costa Junior, de 16 anos, e Trycia Regine Lupiano, de 17 anos, do Centro Infantil Boldrini farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no hospital nos dias 5 e 6 de novembro. Trycia presta o Enem pela primeira vez. E Oziel está com expectativa de conseguir pontuação para Medicina.

 

Entusiasmada com a possibilidade de fazer a prova do Enem mesmo que durante o tratamento no hospital, Trycia comenta querer conquistar os pontos necessários para prestar Direito em universidade estadual ou federal. No Boldrini, os pacientes recebem o apoio dos professores da Classe Escolar, onde atualizam os conhecimentos para a prova.

 

“Me interessei pelo Direito porque acho uma profissão interessante. Minha mãe é formada em Gastronomia e meu pai é segurança. Quero ser juíza ou delegada. Estou ansiosa para a prova e me sinto preparada. Espero alcançar uma ótima pontuação. Tenho estudado e feito alguns simulados on-line para me ajudar na prova e também acompanhado as notícias da área jurídica, inclusive o processo de impeachment da ex-presidente”, disse a jovem.

 

Aluno do 2º ano do ensino médio da Escola Estadual de Goiabeira, cidade a 150 quilômetros de Governador Valadares, em Minas Gerais, Oziel pretende prestar vestibular para Medicina ou Administração, no final de 2017. Ele mora em um sítio, onde a família mantém pequena plantação para o sustento. Segundo Oziel, “em outubro de 2015 fui diagnosticado com diabetes. No início deste ano os exames de sangue mostraram alterações significativas e me encaminharam para o Boldrini, onde faço tratamento de LMA (Leucemia Mieloide Aguda)”.

 

“Esta é a minha segunda participação no Enem. No ano passado consegui uma média de mais de 600 pontos. Até em função do meu tratamento decidi que vou tentar Medicina e para isso pretendo conseguir mais do que os 750 pontos necessários. Tenho estudado muito e estou tranquilo para fazer a prova. Em 2015 fui muito bem em redação”, comenta o jovem

que passa o dia estudando no hospital

 

Enem – um dos principais meios de acesso ao ensino superior do Brasil. O exame foi criado em 1998 para avaliar o desempenho dos estudantes no fim da educação básica. Com o passar dos anos, os participantes ganharam mais possibilidades de usar a nota do Enem. As universidades federais e algumas estaduais aceitam o Enem para o ingresso nos cursos de graduação. A maioria das federais aderiu ao Enem como critério único para todas as vagas, e outras apenas para parte das vagas. Existem algumas universidades públicas que exigem o Enem como complementação de nota ou primeira fase do vestibular.

 

Boldrini ? maior hospital especializado na América Latina, localizado em Campinas, que há 38 anos atua no cuidado a crianças e adolescentes com câncer e doenças do sangue. Atualmente, o Boldrini trata cerca de 10 mil pacientes de diversas cidades brasileiras, e alguns de países da América Latina, a maioria (80%) pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Um dos centros mais avançados do país, o Boldrini reúne alta tecnologia em diagnóstico e tratamento clínico especializado, comparáveis ao Primeiro Mundo, disponibilidade de leitos e atendimento humanitário às crianças portadoras dessas doenças.  www.boldrini.org.br

Comentários