Brasil / Mundo Empregos

Observatório: 160 mil trabalhadores conseguiram vaga por meio do Sine no primeiro trimestre de 2018

Números do Boletim de Políticas Públicas de Emprego, Trabalho e Renda, publicado pelo Observatório Nacional do Mercado de Trabalho, mostram que o sistema respondeu por mais de 4% das admissões em todo o país no período

O Observatório Nacional do Mercado de Trabalho apresentou, na última terça-feira (29), o Boletim de Políticas Públicas de Emprego, Trabalho e Renda do primeiro trimestre de 2018, durante a 144ª Reunião Ordinária do Grupo Técnico do Fundo de Amparo ao Trabalhador (GTFAT), na sede do Ministério do Trabalho, em Brasília. O observatório analisa informações sobre o mercado de trabalho e produz pesquisas importantes para o gerenciamento e tomada de decisão dos gestores em relação as políticas públicas de emprego, qualificação e ações do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

O boletim é uma publicação estratégica produzida a partir da sistematização dos principais indicadores do mercado de trabalho, relevante para o monitoramento, a avaliação e a implementação de políticas públicas. “É a oportunidade de informar aos conselheiros do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalho [Codefat] sobre ações implementadas com financiamento do fundo”, afirmou a analista de Políticas Sociais do Observatório, Mariana Eugênio.

Entre os dados apresentados está o comportamento do mercado de trabalho, que apresentou saldo positivo com a abertura de 204.064 novas vagas de emprego no primeiro trimestre do ano. Segundo o boletim, na média nacional de contratações, 4% das admissões registradas no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) se deram por meio da intermediação de mão de obra do Sine. Neste período, 159.932 pessoas conseguiram emprego por meio do Sine, sendo que 11,3% das colocações foram de trabalhadores requerentes do seguro-desemprego.

“Os dados refletem a contribuição do Sine para a dinâmica do mercado de trabalho Brasileiro”, ressaltou Mariana. “Quando comparamos as admissões do Caged com as vagas oferecidas no Sine, por exemplo, observamos perfis semelhantes do ponto de vista setorial e ocupacional”, acrescentou.

Qualificação – Na reunião desta terça-feira também foram apresentados dados da Escola do Trabalhador, uma das principais ações de qualificação e combate ao desemprego da pasta. De novembro de 2017 a abril de 2018, foram realizadas 396.983 matriculas nos cursos oferecidos. O maior número de inscrições foi para os cursos de inglês aplicado ao trabalho, introdução ao Excel e segurança da informação. Quanto ao perfil das participantes, 50,97% eram mulheres, principalmente nas faixas etárias de 18 a 24 anos (29,1%) e 25 a 34 anos (34,78%).

*Fonte: Boletim das Políticas Públicas de Emprego, Trabalho e Renda – Observatório do Trabalho – SPPE/MTb

 

 

      

 

 

Ministério do Trabalho

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br