Saúde

Obesidade Infantil: fatores emocionais e hábitos errados estão na origem do problema

Saúde integrativa mapeia a origem do problema e trata a doença, trazendo resultados duradouros e impactando também os hábitos dos pais

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o número de crianças e adolescentes (de cinco a 19 anos) obesos em todo o mundo aumentou dez vezes nas últimas quatro décadas. Se as tendências se mantiverem, haverá mais crianças e adolescentes com obesidade do que com desnutrição moderada e grave até 2022.

“A obesidade infantil muita das vezes está ligada a algum fato emocional, em crianças ela se manifesta principalmente com a compulsão alimentar”, explica Dra. Louise Soares, especialista em Saúde Integrativa.

A obesidade é uma doença de descompensação biológica, ou seja, as toxinas influenciam invariavelmente as emoções, que geram um ciclo vicioso. “As crianças acham natura comer biscoitos, salgadinhos e gorduras em geral, mas o organismo se vivia”, completa a Dra Louise.

Na Saúde Integrativa, modificar a mente do paciente adulto já é um desafio, quando se trata de uma criança este processo se torna ainda mais delicado, porque muitas vezes as crianças resistem em comer legumes como cenoura ou beterraba.

Para isso, os pais são os principais apoios. Eles podem ajudar preparando lanches saudáveis para a escola e cultivar hábitos alimentares saudáveis em casa. Algumas dicas são importantes neste processo de amadurecimento da mente da criança sobre os alimentos.

  1. Procure receitas saudáveis na internet, e peça ajuda do seu filho para prepara-las

A criança se sentirá empolgada em fazer o próprio alimento, se sentirá importante e integrada por pode participar e verá que pode fazer diversas combinações.

  1. Converse com o professor na escola onde seu filho estuda:

Peça para que a professora evite de levar (se isso acontece com frequência), doces e balas para a sala de aula, para que seu filho não se sinta constrangido ou não se sinta tentado a comer.

  1. Mostre incentivo a ele:

Mostre que, assim como ele, você está motivado a perder peso e manter uma vida e alimentação saudável.

No tratamento, o mais importante é que estas dicas sejam seguidas com o acompanhamento de um especialista. “Não adianta querer tratar somente a alimentação, porque a criança que sofre desta compulsão, tem algum problema emocional que pode gerar ansiedade ou um distúrbio. O diagnóstico preciso vai mostrar de que forma podemos ajudá-lo” finaliza Dra. Louise Soares.

 

Sobre a especialista:

Louise Sores é Fisioterapeuta especialista em Saúde Integrativa e Adequação Nutricional, fala sobre diversos assuntos ligados à saúde, entre eles emagrecimento. Utiliza seus conhecimentos para direcionar as pessoas que querem eliminar peso a não engordarem novamente. Trabalha com bases sólidas na Saúde Integrativa e Modulação BioNeuroEmocional abrindo mão de diversas ferramentas para tratar o indivíduo por completo e de forma indivisível buscando um equilíbrio corpo, mente e espírito. Tem conhecimentos sobre Saúde Quântica, Neurociência, Suplementação Ortomolecular, Coach e diversas outras atuando em atendimentos clínicos, em workshops, palestras, e ministra cursos sobre saúde biológica e mental/emocional para profissionais da saúde no Brasil e Europa.

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br