Novembro Azul: Nova Odessa terá mutirão de atendimento no próximo sábado


No dia 26 serão realizados exames de PSA e atendimento com urologistas no Ambulatório de Especialidades

 

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa preparou um mutirão de atendimentos de conscientização e prevenção ao câncer de próstata. A ação, que faz parte da programação do Novembro Azul, contará com coleta de exames de PSA e atendimento com urologistas no próximo sábado, dia 26, no Ambulatório de Especialidades, ao lado do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia.

 

“A conscientização é fundamental na prevenção ao câncer de próstata e queremos, com esta ação, trazer os pacientes ao Ambulatório, ver como está a saúde deles e fazer as orientações necessárias”, explicou o secretário interino de Saúde, Vanderlei Cocato.

 

A programação terá início às 8h e três urologistas farão o atendimento. “Eles estarão à disposição dos pacientes até às 13h”, afirmou, ressaltando que não é necessário fazer agendamento prévio. “Todos os homens que comparecerem neste período no Ambulatório serão atendidos”, disse.

 

Segundo o secretário, os resultados dos exames de PSA serão entregues posteriormente. “Em casos de detecção de algum problema, o paciente já será contatado e encaminhado ao profissional especializado”, explicou.

 

O câncer de próstata é o tumor mais frequente entre os homens e tem cura se detectado em seu estágio inicial. “Muitos homens ainda deixam o preconceito falar mais alto e demoram a fazer o exame. Este mutirão tem o intuito também de lutar contra este preconceito que ainda existe”, disse Cocato.

 

Homens a partir de 50 anos ou com mais de 40 anos que tenham histórico de câncer de próstata na família devem realizar exames de prevenção, entre eles a coleta de PSA, que é um exame de sangue usado para o diagnóstico da doença.

 

 

SAIBA MAIS

Próstata é uma pequena glândula, própria do sexo masculino, que se localiza abaixo da bexiga e é responsável pela produção de parte do sêmen. O câncer de próstata é o tumor mais frequente no sexo masculino, ficando atrás apenas dos tumores de pele, e o sexto tipo mais comum no mundo segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer).

A doença pode demorar a se manifestar, exigindo exames preventivos constantes. O câncer de próstata não é fatal se for detectado no início.

A recomendação é que homens a partir de 50 anos procurem um urologista para realizar os exames preventivos anualmente. Indivíduos com histórico familiar de câncer de próstata devem iniciar a prevenção a partir dos 40 anos.

 

Comentários