Esportes

No Pacaembu, Corinthians vence o Santos por 2 a 1 e leva vantagem na Vila

Aproveitando as bolas paradas, o Corinthians derrotou o Santos por 2 a 1, no Pacaembu, na primeira partida da final do Paulistão Chevrolet 2013. Os gols corintianos foram marcados por Paulinho e Paulo André, enquanto Durval descontou para os santistas.As duas equipes voltam a se enfrentar na semana que vem, na Vila Belmiro.

A esperada pressão inicial do Corinthians aconteceu e empurrado pela torcida o time de Tite encurralou o Santos, tendo criado efetivamente, quatro grandes oportunidades antes dos 20 minutos, com Danilo dividindo com Rafael aos três, o mesmo camisa 20 corintiano bateu de fora aos 15 e Paulinho aproveitou cobrança de escanteio para cabecear com perigo para fora e Emerson bateu aos 19 para Rafael fazer ótima defesa. Bastante experiente e técnico no meio de campo, o Santos tentava esfriar o rival, mas pouco conseguia ficar com a bola, sem assustar o gol de Cássio.

Superada a pressão inicial, o Corinthians continuou melhor na partida, jogando principalmente no campo defensivo santista e chegando com muito perigo. No entanto, a marcação santista melhorou e o time da casa teve dificuldades para criar oportunidades demorando para exigir que Rafael trabalhasse novamente. Ainda sem conseguir ter a posse da bola, o Santos assustava menos ainda o goleiro Cássio e as poucas iniciativas ofensivas eram facilmente anuladas pelo sistema defensivo corintiano.

Melhor no jogo o Corinthians fez jus a toda pressão que impôs ao time santista em todo o primeiro tempo somente aos 41 minutos quando Romarinho cobrou falta da direita e viu a defesa do Santos falhar e a bola sobrar para o volante Paulinho, que da entrada da área, de bico, colocou no fundo das redes do goleiro Rafael, que dois minutos depois tomou um susto imenso ao ver chute de Paulinho de fora da área explodir no travessão e Paolo Guerrero desperdiçar ótima oportunidade para ampliar e sair para o intervalo com dois gols de vantagem.

Muricy Ramalho tentou mudar o panorama da partida com Felipe Anderson e André nas vagas de Marcos Assunção e Miralles, respectivamente, mas embora o jovem meia tenha arriscado bom chute de fora da área no primeiro minuto do segundo tempo, pouco depois Emerson fez Rafael trabalhar duas vezes em chutes forte já dentro da área aos três e aos seis minutos. Rafael defendeu com o pé nos dois lances. Neymar tentou responder aos nove e aos 13, mas chutou o primeiro pra fora e o segundo nas mãos de Cássio.

As duas tentativas de Neymar, embora pouco perigosas, denotavam a diminuição de ritmo do Corinthians e melhor futebol do Santos, que passou a controlar melhor as ações do jogo, equilibrando bastante a partida. Assim, Neymar voltou a arriscar ao gol de fora da área aos 19 minutos e André aos 20. Ambas oportunidades teve boa defesa de Cássio, que foi ainda mais exigido no minuto seguinte em ótimo chute de Felipe Anderson da entrada da área.

Nem sombra do time que foi no primeiro tempo, o Corinthians voltou a assustar aos 24 minutos quando Paulinho avançou em vertical do meio para a esquerda, cortou para o meio e chutou para fora. Dois minutos depois o Santos voltou a assustar em ótima arrancada de Neymar que mesmo marcado por três defensores conseguiu o giro e o passe para Cícero que bater de fora da área exigindo boa defesa de Cássio. A bola ainda bateu na trave antes de sair.

Tite resolveu mexer no time duplamente como fizera Muricy e Edenílson e Alexandre Pato entraram nas vagas de Romarinho e Paolo Guerrero. Pouco depois da mudança, aos 29 minutos, o Corinthians chegou ao segundo em nova cobrança de escanteio. A bola ficou viva na área até que Paulo André chutou forte para o gol de Rafael, ampliando a vantagem corintiana.

No desespero, o Santos partiu para cima do Corinthians e assustou bastante. Aos 34 minutos Neymar cabeceou ótima bola para defesa sensacional de Cássio. Três minutos depois, porém, Cássio nada pôde fazer quando Durval cabeceou bola que ainda bateu no travessão antes de entrar rente à linha de gol, diminuindo o placar no Pacaembu.

Com o resultado da decisão bastante aberto para o segundo jogo, os dois times foram atrás de mais um gol que deixaria o título mais próximo, mas as defesas trabalharam bem e evitaram mais gols na partida, finalizando a primeira decisão em 2 a 1 para o Corinthians.

Ficha Técnica

Corinthians 2×1 Santos

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho, Pacaembu, São Paulo;
Data: dia 12, às 16h;
Público: 36.306 pagantes (38.505 público total);
Renda: R$ 1.497.642,00;
Cartões amarelos: Cícero e Léo (Santos); Paulo André (Corinthians)
Gols: Paulinho 41′ do 1º tempo, Paulo André 29′ e Durval aos 37′ do 2º tempo;

Corinthians: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Romarinho (Edenílson), Emerson Sheik e Paolo Guerrero (Alexandre Pato).
Técnico: Tite.

Santos: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Marcos Assunção (Felipe Anderson) e Cícero; Neymar e Miralles (André).
Técnico: Muricy Ramalho.

Árbitro: Wilson Luiz Seneme;
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson Jose de Moraes Coelho;
Quarto árbitro: Thiago Duarte Peixoto;
Assistentes adicionais: Flávio Rodrigues Guerra e Raphael Claus.

Fonte: FPF

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.