Na Alesp, Rezende solicita verba para compra de armamento à Gama de Americana

Corporação possui defasagem de instrumentos não letais

 

O vereador Welington Rezende (PRP) solicitou na tarde desta segunda-feira (12) R$ 50 mil através de emenda parlamentar ao deputado estadual Alvares Batista Camilo, o Coronel Camilo (PSD), ex-comandante da Polícia Militar no Estado, para aquisição de armamento de menor potencial ofensivo à Gama (Guarda Municipal de Americana). O pedido foi formalizado na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). Essa é uma demanda antiga dos guardas civis municipais para melhorar a prestação de serviços à população.

 

Rezende explicou que há uma defasagem na corporação no que diz respeito aos instrumentos não letais, como espargidor de gás de pimenta, pistola de choque e espingarda calibre 12 com munição menos letal. Segundo o parlamentar, os guardas municipais saem para atender ocorrências apenas com arma de fogo, sendo ela a última opção de uso em uma operação policial.

 

“Esse é um pedido antigo da Gama que ainda não foi contemplado. Os nossos guardas precisam de melhor estrutura e de armamento com menor potencial ofensivo para trabalhar nas ruas e dar maior sensação de segurança aos nossos moradores”, frisou Rezende.

 

Coronel Camilo afirmou que encaminhará a demanda ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) e buscará a liberação da verba para a Gama ainda este ano.

 

“Vamos dar encaminhamento, intervir junto ao governador e lutar por essa demanda do vereador para este ano”, disse o deputado.

 

LEI

Conforme a lei federal 13.060, de 2014, a priorização de armamento não letal é um dever das instituições de segurança pública, obedecendo aos princípios da legalidade, necessidade, razoabilidade e proporcionalidade.

Comentários
Posted Under