Musical Natalino conquista estado de São Paulo

Espetáculo traz Papai e Mamãe Noel Cantores acompanhados da Panetone Banda, num show cheio de cores, efeitos e muita emoção

 Visto por mais de 400 mil pessoas desde que foi criado em Piracicaba (SP), no ano 2000, o espetáculo Casa de Noel amplia seus horizontes e, neste ano, alcança a capital paulista e mais sete cidades do Estado: Americana, Águas de São Pedro, Santos, São José dos Campos, Guararema, Campinas e Campos do Jordão.

 Com grande elenco, coreografias criativas, repertório musical ao vivo e figurino rico em cores, o musical do Papai e Mamãe Noel Cantores inova as apresentações do gênero ao trazer para os palcos a magia do Natal brasileiro como tema. Papai Noel lidera o show com sua Panetone Banda e emociona crianças e adultos, sem deixar de lado o bom humor e o carisma. A iluminação, som e efeitos especiais completam a experiência mágica.

 Há seis anos no espetáculo musical, a cantora Wana Narval interpreta a Mamãe Noel. “A Casa de Noel é uma paixão. Fico esperando chegar a hora de nos reunir e nos apresentarmos para um público sempre muito carinhoso”.

 Com duração aproximada de uma hora, o show traz repertório com ênfase nas tradicionais canções natalinas e ritmos brasileiros como MPB, infanto-juvenis e regionais. Entre os destaques estão as canções Natal Todo Dia (versão em português de Heal The World, de Michael Jackson), Boas Festas (do brasileiro Assis Valente), Jesus Cristo (de Roberto Carlos), além de medleys de ritmos brasileiros.

 Sob direção-geral do publicitário e criador do Papai Noel Cantor, Bruno Chamochumbi, direção artística de Carlos ABC, produção de Fabiane Ducatti e direção musical de Hermes Petrini, o musical tem sua primeira apresentação no dia 25 de novembro, às 20h, no Teatro de Arena Elis Regina, em Americana.

 Chamochumbi destaca que todos os shows são gratuitos e acessíveis. “Nosso projeto conta com o importante apoio da Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Proac/SP, que destina recursos do ICMS para iniciativas culturais, tendo a Panco como principal patrocinador. Chegar a este grande público em oito cidades paulistas é uma conquista, já que defendemos o resgate de um Natal cheio de valores humanos, brasilidade e que fuja do caráter comercial. Quanto mais gente trouxermos para este sonho, melhor”.

Este ano, o espetáculo traz uma novidade: cinco das oito apresentações serão transmitidas ao vivo pelo YouTube e Facebook. Uma equipe especializada cuidará da transmissão via web, muito importante para cumprir um dos principais objetivos do projeto: a formação de público em torno da simbologia natalina.

 Chamochumbi destaca, ainda, que o primeiro passo para nacionalizar o musical já foi dado. “De São Paulo, queremos chegar a outros Estados brasileiros, pois acreditamos que a cultura natalina sofre grandes impactos pela exagerada investida comercial. Estamos no contrafluxo disso. A conquista do Proac/SP e patrocínio da Panco aumentam as fronteiras da nossa atuação e reforçam nossa responsabilidade diante de um sonho ainda maior: um projeto brasileiro. Para isso, investimos em personagens muito conhecidos, mas com uma performance bem diferente do habitual”, explica.

 PAPAI NOEL CANTOR

Chamochumbi encarnou o Papai Noel pela primeira vez em 1997, aos 15 anos. Após algum tempo, o publicitário decidiu usar a imagem do Bom Velhinho para divertir as pessoas. Surgia, então, em 2000, a Casa de Noel, projeto realizado pelo MBM Escritório de Ideias, sediado em Piracicaba/SP. O publicitário conseguiu naquele ano a adesão de amigos e realizou a primeira Casa de Noel num imóvel antigo, localizado na principal rua do comércio da cidade. Arquitetos e designers de interiores, junto de parceiros, acabaram promovendo a primeira mostra de arquitetura e decoração da cidade até então, com o tema natalino, que recebeu cerca de 12 mil visitantes. Nos anos seguintes foi apresentado na sede da Società Italiana, instituição para a qual contribuiu em sua restauração.

A partir de 2006, a Casa de Noel mudou seu perfil, transformando-se num projeto cultural. Em 2007, o espetáculo ganhou força com seus shows itinerantes na região de Piracicaba. 

 Chamochumbi destaca que, hoje, o espetáculo tem uma estrutura profissional. “São mais de 40 pessoas envolvidas diretamente no show. Produtores, músicos, atores, técnicos de som e luz, jornalistas, publicitários, designers e outros parceiros que garantem uma apresentação de altíssima qualidade”. Para ele, o grande destaque da apresentação é mostrar a figura mítica do Papai Noel de forma bem-humorada e familiar ao público.

  INSPIRAÇÃO

O diretor teatral Carlos ABC assumiu o espetáculo no ano passado, junto de Chamochumbi e Petrini. Ele conta que o tema Natal sempre esteve presente em sua vida, por causa das festas de família. “Liberei este meu lado lúdico, emocional, desde muito cedo. Tenho uma coleção de presépios e uma grande árvore de Natal. Também interpretei por diversas oportunidades o Papai Noel e produzi encenações do nascimento de Jesus. Tudo isso me inspirou na elaboração do roteiro do espetáculo da Casa de Noel”, explica.

Além de própria vivência, Carlos ABC observa que se baseou também no Papai Noel feito por Bruno, que apresenta essa característica musical. “A obra consiste no encontro mágico entre crianças e o Papai e Mamãe Noel. Traz momentos de ‘superstar’ em contraponto com a submissão e veneração diante do Menino Jesus, misturando momentos cotidianos de extrema ternura na relação com a Mamãe Noel e as crianças. Uma ode à paz entre os seres humanos”.

 O diretor musical Hermes Petrini acompanha o espetáculo desde o seu surgimento. “Temos uma cumplicidade e sintonia muito grandes, eu e Papai Noel. Isso transparece nesses 18 anos de Casa de Noel. A experiência nos convida a repetir o que acreditamos que toca o coração das pessoas e precisa ser mantido, por ser muito importante no Natal, além de ser nossa identidade. A partir dessa premissa, queremos manter a ternura, a gentileza, a esperança e o espírito natalino”, detalha.

 Para Petrini, o ponto importante do espetáculo é que o Papai Noel sabe que é o segundo símbolo maior de Natal, o que não descaracteriza essa festa religiosa cada vez mais ecumênica, e não se revela consumista e capitalista. “Assim, valores são essenciais para fazer parte de nosso repertório. A inspiração maior é a necessidade de amor e esperança que todos temos, ainda mais em tempos turbulentos como o nosso”, afirma.

 “A inspiração do espetáculo é unir a tradição dessa época do ano com os novos movimentos da humanidade, tendo a música como elemento principal e requalificando de forma delicada os símbolos do Natal”, finaliza Chamochumbi.

 AGENDA 2017

A temporada 2017 de shows do projeto Casa de Noel acontece entre os meses de novembro e dezembro, a maioria nos fins de semana.

 25/11 (sábado), 20h – Americana, no Teatro de Arena Municipal Elis Regina.

02/12 (sábado), 20h – Águas de São Pedro, no Centro de Convenções.

09/12 (sábado), 20h – Santos, na praia do Gonzaga (altura da rua Marcílio Dias).

15/12 (sexta), 20h – São José dos Campos, no Centro da Juventude.

16/12 (sábado), 21h – Guararema, no estacionamento do Recanto do Américo.

17/12 (domingo), 20h – Campinas, na Estação Cultura.

22/12 (sexta), 20h – Campos do Jordão, no Auditório Cláudio Santoro.

23/12 (sábado), 20h – São Paulo, no Campo de Marte/Parque de Material Aeronáutico de São Paulo

 

Para mais informações acesse

casadenoel.com.br

facebook.com/casadenoel

instagram: @casadenoelshow

Youtube: casanoelpiracicaba