Moradia digna para a população é questão de responsabilidade

625908_rousseffINTjpg

 

Foto: Divulgação

A presidenta da República, Dilma Rousseff, disse hoje (25) que garantir moradia digna para a população é uma questão de responsabilidade. “A sua população não pode morar em favelas. A sua população não pode morar em habitação precária”, disse ao entregar 300 apartamentos construídos por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida em Itaquera, zona leste paulistana, próximo ao futuro estádio do Corinthians. “Por isso, eu olho para esse apartamento, olho lá dentro e quero sempre melhorar alguma coisa. Quero sempre que tenha mais parede com azulejo”, completou ao falar sobre a qualidade dos imóveis de 45 metros quadrados que custaram, no total, R$ 15,8 milhões.

Além dos edifícios residenciais, Dilma anunciou a doação de 84 ambulâncias à prefeitura que passaram a fazer parte do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Também foi anunciada a construção de um campus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) na região. O terreno de 150 mil metros quadrados será doado pela prefeitura. “Sem trabalhadores especializados, nós não faremos o nosso país crescer. E precisa também de cientistas, de professores, historiadores, enfim, precisa de universidades”, disse a presidenta sobre o projeto.

O governo federal fará investimentos de R$ 637 milhões na região de Itaquera para evitar enchentes e deslizamentos. Estão incluídas no pacote obras de drenagem, canalização de córregos e contenção de encostas. O evento encerrou a agenda da presidenta no aniversário da cidade de São Paulo, que completa 459 anos hoje. Mais cedo, Dilma participou do anúncio da entrega de um centro paralímpico na zona sul da cidade em parceria com o governo estadual.

Antes de encerrar seu discurso, devido à chuva forte que começou a cair no início da noite, Dilma pediu para que a população confie no processo de desenvolvimento do país. “Eu queria dizer para vocês uma última coisa: eu acredito muito que o Brasil vai crescer e vai crescer muito. Mesmo que tenha gente no primeiro momento que seja pessimista, vocês acreditem nisso, o Brasil vai crescer e vai cada vez mais garantir renda e emprego para a população. Nós abaixamos a conta de luz porque podíamos e isso vai ser uma coisa boa para o Brasil continuar crescendo”, disse.

Fonte: B.T.R

Comentários

Notícias Relacionadas

IPVA: carros com placa final 8 têm vencimento hoje...  No calendário de pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2013, vence hoje (25), o prazo para o pagamento à vista, ...
Trabalhos premiados do 40º Salão de Humor estão ex... Pela primeira vez, os trabalhos premiados pelo 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba podem ser conferidos no Shopping Piracicaba, em exposiçã...
Felipe Sanches acompanha retomada das obras na UPA... O vereador Felipe Sanches (PSC), esteve acompanhando as obras da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no Jardim Santa Rita de Cássia, que foram retomad...
Campanha Novembro Azul é satisfatória A Secretaria de Saúde de Santa Bárbara d'Oeste, por meio do Núcleo de Educação Permanente, Núcleo de Especialidades Médicas e Atenção Básica, encerra ...