RMC

Método de ensino empodera jovens para a construção de seus projetos de vida


O Programa de Jovens – Meio Ambiente e Integração Social (PJ-MAIS) já formou mais de 2.500 alunos de Ensino Médio e envolveu aproximadamente 500 mil pessoas ligadas direta ou indiretamente a eles. Com 20 anos de sucesso na Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo (RBCV), a formação ecoprofissional está sendo proposta pela primeira vez para jovens do interior do estado, com o apoio da Maestrello Consultoria Linguística.

O Núcleo PJ-MAIS da Estação Experimental de Tupi está sendo construído coletivamente por Instituto Florestal (IF), Instituto Auá, Esalq-USP, representantes do poder público, privado, terceiro setor e da sociedade civil de Piracicaba, além da startup educacional novaodessense. “Nossa experiência com o Curso de Empreendedorismo Socioambiental, que foi ministrado voluntariamente para adolescentes de Nova Odessa no ano passado, deve colaborar com a ampliação do programa para além da RBCV. Nosso departamento de Comunicação também está empenhado na divulgação da importância dessa formação de jovens para o ecomercado de trabalho”, afirmou a diretora executiva da consultoria, Ana Lúcia Maestrello.

Segundo a responsável pelo Horto de Tupi, Maria Luísa Bonazzi Palmieri, a direção da Escola Estadual Pedro de Mello e os próprios moradores do distrito a procuraram para promover alguma ação aos estudantes, no período da tarde, visando afastá-los das drogas e do ócio. “Já estávamos em negociação com os institutos para trazer o projeto para cá, mas, depois do pedido da comunidade local, resolvemos agilizar sua implantação”, comentou a coordenadora do projeto.

“O curso da Maestrello também surgiu a partir de demandas parecidas. Em parceria com a Paróquia São Jorge e duas empresas da cidade, conseguimos formar jovens empreendedores socioambientais por meio da nossa metodologia de aceleração da aprendizagem e sensibilização para desenvolvimento de produtos e serviços voltados à conservação da água”, lembrou Ana.

Na última terça-feira (7) foi realizado o 3º encontro da equipe de construção do núcleo piracicabano do PJ-MAIS, que visou à reapresentação do programa, esclarecimento de dúvidas, definição dos objetivos do projeto e compromissos dos coautores para sua implementação. No próximo dia 17, a Comissão de Elaboração do Projeto vai estruturar a primeira proposta do curso, que definirá seus objetivos com base nos resultados dos trabalhos realizados pelos grupos, ontem. Em 05/07 será realizada na escola do distrito a 4ª reunião entre organizadores e parceiros.

Método Maestrello

O método Maestrello utiliza-se de oito técnicas de leitura e produção textual para facilitar o processo educativo: comportamento de leitor, sondagem, decoração da sala, antecipação linguística, leitura, atividades de inteligência social, seminários e narrativa – que é avaliada em forma de simulado, e tem proporcionado resultados positivos para todos os envolvidos no processo de ensino/aprendizagem.

Um recente estudo do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) comprova a viabilidade da metodologia para quem deseja ingressar no mercado. Entre os dias 9 e 20 de maio, jovens de 15 a 26 anos foram questionados “Por que o Português ainda é o maior reprovador em processos seletivos?”, e suas respostam confirmaram que quem fala e escreve bem tem vantagem perante a concorrência, pois testes ortográficos e redações chegam a eliminar quase a metade dos candidatos a uma vaga de estágio.

A pesquisa entrevistou 11.616 pessoas da faixa etária mais afetada nas reprovações. Para 32,75% dos participantes: as pessoas têm preguiça de ler. “Com o fácil acesso à tecnologia e condições de correções automáticas de texto, pesquisar informações resumidas sem a necessidade de fazer uma busca integral sobre determinado assunto dificultam o enriquecimento do vocabulário e a organização linguística”, opinou o coordenador de recrutamento e seleção do Nube, Erick Sperduti, em entrevista ao G1.

Por sua vez, 28,88% já estão “acostumados com o português abreviado nas redes sociais” e não conseguem se adequar aos padrões da norma culta. “Alguns se condicionam muito com esse tipo de ‘escrita encurtada’ e acabam por cometer erros, tanto na elaboração de algum texto, quanto no envio de um simples e-mail profissional”, continuou Sperdutti. Para 22,28% dos entrevistados, o problema está no fato de “não haver incentivo para a leitura no Brasil” e, por fim, “a baixa formação dos candidatos” e “as empresas exigem muito” receberam 13,45% e 2,64% dos votos, respectivamente.

“O resultado dessa pesquisa demonstra que a LPT é fundamental para elevar nossa comunicabilidade, não só em favor de uma oportunidade de trabalho, mas em qualquer esfera social. E o método Maestrello empodera os estudantes para que coloquem em prática seus projetos de vida, contribuindo com a transição para sociedades mais sustentáveis”, ressaltou a educadora da consultoria linguística.

 

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br