Variedades

Mais de 30% dos passageiros não fazem uma reclamação quando sua bagagem é perdida ou danificada

Estudo da AirHelp mostra que poucas aéreas estão dispostas a falar sobre a Convenção de Montreal

A AirHelp, empresa líder mundial em direitos aéreos para passageiros, divulgou hoje os resultados de uma pesquisa mostrando que 31% dos viajantes brasileiros não fazem reclamações após um problema com bagagem perdida, danificada ou atrasada no aeroporto. Nos termos da Convenção de Montreal os passageiros podem ter direito a receber uma compensação da companhia aérea.

Em uma das mais abrangentes pesquisas sobre direitos aéreos dos passageiros, a AirHelp entrevistou 2014 pessoas no Brasil para entender como os viajantes estão exercendo seus direitos quando seus planos de viagem dão errado. Os resultados da pesquisa mostram que os três principais motivos pelos quais os passageiros do Brasil não pediram indenização devido a questões de bagagem incluem: eles achavam que o pedido demorava muito (29%), não sabiam registrar uma queixa (25%), não tinham conhecimento dos seus direitos (23%).

“As companhias aéreas precisam fazer mais para conscientizar os passageiros sobre seus direitos. Descobrimos que 31% dos viajantes brasileiros não fizeram uma reclamação, embora tivessem direito a indenização, após problemas com sua bagagem. Muitos viajantes desconhecem a Convenção de Montreal, ratificada por mais de 120 países. Ela protege os passageiros quando suas bagagens estão atrasadas, danificadas ou perdidas enquanto estão sob os cuidados das companhias aéreas”, comenta Denis da Silva, analista de marketing da AirHelp. “Nossa pesquisa mostra que os viajantes têm muito a aprender quando se trata de seus direitos, e que as companhias aéreas ainda podem atuar mais para atender melhor aos viajantes. Criamos a AirHelp há mais de cinco anos para educar e apoiar os passageiros, e continuamos a trabalhar arduamente para ajudar os viajantes a receber a compensação que lhes é de direito”.

Problemas de bagagem: são direitos dos passageiros

Se um viajante está fazendo uma viagem local ou a um dos outros 120 países que ratificaram a Convenção de Montreal, ao ter problemas de bagagem, ele ganha o direito a receber uma indenização. De acordo com as leis de direitos dos passageiros no Brasil, a compensação máxima de uma companhia aérea por bagagem despachada que seja perdida ou danificada é 1.000 Direitos Especiais de Saque (SDR, em inglês). Para conseguir obter a compensação a que têm direito, o passageiro deve apresentar uma reclamação antes de sair do aeroporto. Os viajantes devem preencher um pedido de Registro de Irregularidade de Propriedade (PIR, em inglês) para bagagem extraviada, incluindo o número do processo de suas malas. Quanto mais detalhada for a reivindicação, melhor será para o passageiro, incluindo uma lista detalhada do conteúdo de sua bagagem, com o valor de cada item.

Se você tiver uma bagagem valiosa com valor superior a 1.131 SDR, o que equivale a aproximadamente R$ 6.352, você deve notificar a companhia antes de fazer o check in. Nesses casos, você poderá receber uma compensação maior se a sua bagagem for perdida, mas esses termos variam de acordo com a área em que você está voando. Viajantes que transportam itens valiosos devem verificar as políticas de cada companhia aérea, bem como as apólices de seguro de viagem para as seguradoras de cada país, para garantir que estejam preparados.

Para registrar reivindicações e saber mais sobre os direitos dos viajantes, visite o site AirHelp.com.

Sobre a AirHelp

A AirHelp é a empresa líder mundial em remuneração de voos, ajudando os passageiros a entender seus direitos e obter compensação por voos atrasados, vôos cancelados e casos de embarque recusado. Desde o lançamento em 2013, a AirHelp ajudou mais de sete milhões de pessoas a processar pedidos de indenização de companhias aéreas no valor de quase US$ 930 milhões em reembolso total. A AirHelp tem escritórios em todo o mundo, está disponível em 30 países, oferece suporte em 16 idiomas e emprega mais de 500 funcionários em todo o mundo.

Sobre a pesquisa

*Todos os dados foram fornecidos pela YouGov Deutschland GmbH, com exceção dos citados de outras pesquisas. 2.014 entrevistados brasileiros participaram da pesquisa, que ocorreu entre 31 de janeiro de 2018 e 06 de fevereiro de 2018. Os resultados foram ponderados e são representativos para passageiros de 18 anos ou mais . A interrupção de um voo é definida como um voo overbooked, cancelado ou atrasado por mais de 3 horas.

Sobre a Convenção de Montreal

A Convenção de Montreal estabelece valores para compensação em Direitos Especiais de Saque (SDR), em vez de dólares ou euros, que é uma moeda definida pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) Em 27 de setembro de 2018, a taxa de câmbio era de 1 SDR = R$ 5,62.

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br