Limeira: CPI vai notificar Executivo sobre instauração de investigação

Executivo tem prazo de 10 dias para manifestação

 

A reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, em reunião oficial desta terça-feira, 6 de junho, decidiu pela expedição de mandado de notificação ao chefe do Executivo, prefeito Mario Botion (PSD), para ciência da instauração da CPI e manifestação no prazo de 10 dias, prorrogáveis por igual período.

 

A Comissão apura o desequilíbrio financeiro na conta do bloco de média e alta complexidade (MAC) do Fundo Municipal de Saúde de Limeira, que resultou no déficit de R$ 10 milhões, no terceiro quadrimestre de 2016, durante o governo do ex-prefeito Paulo Hadich.

 

A próxima reunião será agendada após a apresentação da manifestação do Executivo. A CPI é formada pelos vereadores Erika Tank (PR), presidente; Lemão da Jeová Rafa (PSC), relator; Anderson Pereira (PSDB), secretário; Dr. Marcelo Rossi (PSD); e Marco Xavier (PSB). Rossi, proponente da investigação, apresentou atestado para licença médica e não participou.

 

 

Foto: Alexandre Silva Brandão/Câmara de Limeira

Comentários