Capivari

Interventor da Santa Casa de Capivari apresenta prestação de contas do primeiro mês na Câmara Municipal


Padre Adalton Demarchi falou sobre o estado que assumiu o hospital, as atitudes tomadas e apresentou os primeiros resultados.

 

O interventor da Santa Casa de Misericórdia de Capivari, Padre Adalton Demarchi, esteve presente na última Sessão da Câmara Municipal de Capivari, realizada na segunda-feira, dia 22, para apresentar um diagnóstico do hospital. Na oportunidade, foi retratado pelo presidente a situação em que a Santa Casa foi assumida e o que foi feito em um mês.

De acordo com o Pe. Adalton, um dos maiores problemas e motivo de reclamação dos pacientes era com relação ao Centro Cirúrgico que causou uma demanda reprimida devido a falta de profissionais para a realização das cirurgias ortopédicas. Esta foi uma das primeiras atitudes a ser tomada. Para se ter uma ideia, já foram realizadas 13 cirurgias gerais e 11 cirurgias ortopédicas. Está marcado para este final de semana um mutirão que contará com o atendimento de 40 pessoas, algumas delas há 90 dias aguardando o seu retorno. Com essas avaliações darão o encaminhamento para o procedimento cirúrgico apropriado.

O salário dos funcionários também precisou ser readequado, pois já faziam seis meses que o piso tinha sido reajustado e o valor não foi repassado. Para tanto foi feito um acordo com os funcionários para o recebimento da diferença mensal anterior e a partir de fevereiro eles já receberam a nova referência.

“Quando assumimos deixamos bem claro para os funcionários que nós prezaríamos pelo bom atendimento. Houve apenas três demissões de pessoas que não estavam respondendo ao que o hospital necessitava”, ressaltou o interventor.

O Pronto Socorro também se encontrava em um impasse. Para que sempre haja um médico no setor, é contratada uma empresa que fica responsável por esta escala, inclusive plantão. Entretanto, fica acordado que se houver a necessidade de cancelamento do contrato que a empresa seja avisada com um mês de antecedência, o que não aconteceu, mas foi contratada uma nova empresa. “Então duas empresas acreditavam que eram as responsáveis pelo atendimento do Pronto Socorro. Nós conseguimos chegar a um acordo e contratamos uma nova que também está realizando a parte de especialidades”, explicou o Pe. Adalton.

Os equipamentos também se encontram em estado de vulnerabilidade, sendo que a mamografia está paralisada há mais de seis meses e o tomógrafo é antigo, com mais de 15 anos de uso.

 

Déficit

 

Atualmente, a Santa Casa conta com um déficit de R$ 250 mil por mês. Para se ter uma ideia, o hospital recebe mensalmente: R$ 200 mil de subvenção e R$ 304 mil para o Pronto Socorro, ambas repassadas pela Prefeitura de Capivari, bem como R$ 372.474,64 de Gestão Plena do Governo Federal, sendo que R$ 45.483,35 é descontando automaticamente para honrar empréstimo de gestões anteriores. Mesmo a Santa Casa atendendo pacientes de Rafard, Mombuca e Elias Fausto, as cidades não realizam repasse para o hospital.

A entidade ainda conta com quase 500 ocorrências o que ocasiona o bloqueio de dinheiro na conta pela Justiça.

O interventor, Padre Adalton, realizou apresentou números de atendimentos e internações realizadas nos dois primeiros meses. Em janeiro, quando estava sob comando da antiga administração foram realizadas 4.556 atendimentos no Pronto Socorro e Ambulatório e 130 internações. Já em fevereiro, até o dia 18, foram realizados 3438 atendimentos e 130 internações, sendo que 403 atendimentos e 37 internações foram de outros municípios.

Após a fala do padre foi aberto para os vereadores formularem perguntas. Em uma delas, o interventor respondeu que o caminho para melhorar o atendimento da Santa Casa é fornecer mais serviços. “Pode parecer contraditório o que vou dizer, mas para que o hospital apresente melhorias é necessário oferecer mais serviços, pois desta forma receberá mais verbas”, enalteceu. A empresa contratada já normalizou especialidades como: pediatria, ortopedia, ginecologia, cirurgia geral, clínica médica e anestesia, mas o objetivo é fornecer cada vez mais atendimentos.

O padre, Adalton Demarchi, pediu apoio dos vereadores na obtenção de verbas e citou o parlamentar, Bruno Barnabé, que conquistou juntamente com os deputados, Cauê e Vanderlei Macris, uma emenda de R$ 500 mil que foi utilizada para a compra de equipamentos para a Santa Casa.

O prefeito, Rodrigo Proença, que esteve presente na Sessão da Câmara elogiou o trabalho realizado pelo padre e toda a nova equipe diretora do hospital. “Eu vim para acompanhar o padre Adalton que nos mostra a prestação de contas do seu primeiro mês e nos dá muita confiança. Nós sabemos que não é fácil administrar uma Santa Casa com problemas e com um grande deficit mensal, mas sabemos da competência do atual grupo gestor que fará o que puder para garantir um atendimento de qualidade à população”, ressaltou o prefeito.

Também estiveram presentes: o vice-prefeito, Vitor Riccomini, a secretária da Saúde, Eliane Piai, administrador hospitalar, Jaques Azevedo, médico responsável, Nael Jamil Hwas.grupo e o membro que compõe o grupo gestor, Caetano Santis Junior.

 

Assessoria de imprensa

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br