Interior reduz casos de roubos e furtos em geral e de veículos

As diminuições dos indicadores aconteceram em novembro

O interior do Estado de São Paulo terminou o mês de novembro com queda nos indicadores de roubos e furtos em geral, roubos e furtos de veículos e roubo a banco.

Os roubos em geral apresentaram diminuição de 19,01% no mês. O total baixou de 7.033 para 5.696. Foram 1.337 ocorrências a menos. O total de casos é o menor desde 2008. 

Os furtos em geral tiveram redução de 7,60%, com 22.367 registros. Em novembro do ano passado foram contabilizados 20.667 casos.

Os roubos de veículos caíram 15,94%, passando de 1.437 para 1.208. A soma de registros do indicador é a mais baixa para o mês desde 2007.

Também houve queda de 6,49% nos furtos de veículos. O total diminuiu de 3.515 para 3.287, sendo o menor para o mês de novembro desde 2007.

 

Os roubos a banco reduziram 50% no mês, passando de quatro para dois ocorrências.

As ocorrências de roubo de carga tiveram aumento de 20,11%. Os casos do indicador passaram de 174 para 209, com 35 ocorrências a mais.

A região apresentou aumento de 2,78% nas ocorrências de homicídio em novembro. O número de casos passou de 144 para 148, ou seja, 4 a mais.

Já o indicador de vítimas de mortes intencionais ficou estável com 151 vítimas contabilizadas em novembro.

Com as variações, as taxas de homicídios chegaram a 7,72 casos e 8,17 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes – nos últimos 12 meses, de dezembro de 2016 a novembro deste ano. Ambas são as menores da série.

Em novembro, também houve aumento de 11,11% nos indicadores de casos de latrocínio, saindo 9 de 10 registros. O número de vítimas subiu dois casos (22,22%). O total foi de nove para 11.

Ainda levando em consideração o mês de novembro do ano, o interior não registrou casos de extorsão mediante sequestro. Já no mesmo mês do ano passado, duas ocorrências haviam sido contabilizadas. 

Os estupros tiveram aumento de 5,66%. O total passou de 530 para 560 boletins de ocorrências dessa natureza.

Produtividade policial

O trabalho ostensivo e investigativo das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica no interior do Estado de São Paulo atingiu recorde de prisões e de flagrante de tráfico de drogas em novembro.

No mês, o número de prisões no interior foi 9.566. A quantidade é 3,17% maior em relação ao mesmo mês de 2016.

Os flagrantes de tráfico de entorpecentes subiram 10,24% no mês, de 2.616 para 2.884 – a maior quantidade da série. O total de flagrantes resultou, no mesmo período, na apreensão de mais de 14,7 toneladas de drogas.

As polícias ainda retiraram 734 armas de fogo das ruas das cidades do interior, em novembro. A quantidade é igual a soma de armas apreendidas no mesmo mês do ano passado.

Comentários