Habitação realiza cerimônia de regularização de escrituras do Morro Amarelo em Capivari

A senhora Aracy Barros da Silva se emocionou ao receber um certificado simbólico durante o encontro sobre a regularização das escrituras do Bairro Morro Amarelo realizado na noite de quinta-feira, dia 20, na Eicap Dirceu Ortolani Stein. Na oportunidade, a moradora agradeceu e ressaltou a importância da oportunidade de conquistar a escritura. “Com a escritura eu vou poder dizer que a casa é minha”.

Durante o evento, os moradores presentes receberam uma relação de todos os documentos necessários para dar entrada no processo de regularização.

O Bairro Morro Amarelo foi iniciado no ano de 1993, na administração do Vadinho, pai do vice-prefeito, Vitão. Na época, a construção das 76 residências foi coordenada pela Emdhac (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Capivari) em regime de mutirão.

O prefeito, Rodrigo Proença, enalteceu o trabalho realizado pela Secretaria da Habitação para garantir o direito dos moradores do bairro de regularizar a situação de suas residências. “Foi um trabalho intenso e fico muito feliz de hoje participar deste evento e dar essa boa notícia a estes munícipes. Ter a escritura em mãos é uma prova legal ao proprietário. A Secretaria estará à disposição de todos para dar andamento no processo” disse.

Rodrigo lembrou também que a Prefeitura de Capivari está finalizando as regularizações das escrituras de 386 casas do Bairro São João e também dará início aos processos de seis residências do Bairro Morada do Sol.

Para o vice-prefeito, Vitor Riccomini, poder participar da entrega das escrituras aos moradores do Morro Amarelo é uma satisfação. “As casas foram uma conquista da administração do meu pai, Vadinho, e agora faço parte da regularização, mais de 20 anos depois”, falou.

A cerimônia contou ainda com a participação do presidente da Câmara, Bruno Barnabé, do vereador, Valdir Antonio Vitorino, autor do projeto de regularização das casas, do secretário de Governo, Ivan Rosatto de Carvalho, que na época era presidente da Emdhac, e demais autoridades do município.

Comentários