Funcionários municipais desolados com proposta de Denis

Na última sexta-feira (19), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santa Bárbara d’Oeste, realizou uma assembléia sobre o dissídio salarial. A reunião foi marcada para as 16 horas, na Garagem Municipal. Cerca de 100 funcionários participaram da assembléia, na qual a diretoria do sindicato inicialmente limitou-se apresentar a posição da Prefeitura: reposição do índice da inflação previsto para 1º de maio, de 7,22%. No cartão alimentação o aumento oferecido será de cerca de apenas R$ 19,00, atingindo o valor total de R$ 300,00. A diretoria ainda teria informado aos funcionários presentes que tais índices já haviam sido aprovados pela maioria, em assembléia anterior, o que gerou certo tumulto no local.

Nas redes sociais foi postado um vídeo da assembléia, no qual fica nítido o que ocorreu. Pelo que é possível entender, o que mais desagradou foi a forma como a reunião foi conduzida, sem uma maior divulgação e tentando impor a posição patronal. No “Paço Municipal”, o clima é de extremo descontentamento, diante do aumento anunciado, limitado à apenas a inflação. Segundo um grupo de funcionários que pediu para não ser identificado, o que eles esperavam era pelo menos 10%, o pagamento do dissídio de 2009 e que o cartão alimentação, que não possui encargos, chegasse a R$ 350,00. Outra reivindicação apontada foi a reforma do plano de cargos e salários. “Muita gente foi prejudicada com esse plano, mas para algumas funções houve revisão e aumento real de até 150%!”, explicaram.

Diante da rejeição do que foi exposto pela entidade representativa, e da pressão dos funcionários no local, o presidente do Sindicato voltou atrás na posição e de forma sumária, agendou uma nova reunião com os servidores. A nova assembléia está marcada para sexta-feira (26), ás 18 horas, no Teatro Manoel Lyra, no centro da cidade. O horário e local foram definidos pelos próprios servidores, com vistas a possibilitar maior participação. A posição da Prefeitura, diante do impasse, é que aguarda a notificação oficial do Sindicato para se manifestar.

Fonte: Redação

Essa noticia é uma atualização do link: http://sbo24horas.com.br/dissidio-funcionarios-publicos-rejeitam-aumento-proposto-pela-prefeitura/

Comentários

Notícias Relacionadas

1º Encontro de Cultura reúne fazedores e apreciado... A Secretaria de Cultura e Turismo de Santa Bárbara d’Oeste promoveu na última sexta-feira (18) 1º Encontro de Cultura. O evento reuniu Fazedores e Apr...
São Paulo perde para o Grêmio (RS) e volta a se pr... No Morumbi, o São Paulo recebeu o Grêmio em partida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro neste domingo (29) e foi derrotado pelo placar de 1 a 0. ...
Paulo Henrique Amorim é condenado a prisão por ofe... O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF) condenou o apresentador Paulo Henrique Amorim, da TV Record, a um ano e oito meses de prisão por cham...
Para mulheres, sucesso profissional é sinônimo de ... Pesquisa ouviu executivas de 33 países — incluindo profissionais brasileiras Mais de 85% das mulheres afirmam que seriam menos estressadas se tives...