Ford GT volta às 24 horas de Le Mans com dois brasileiros na equipe para defender o título

A Ford venceu as 24 Horas de Le Mans no ano passado com o novo GT e volta ao circuito de La Sarthe, no próximo dia 17, para defender o título com dois brasileiros na equipe: Pipo Derani e Toni Kanaan. A corrida de resistência mais famosa do mundo poderá ser acompanhada pelos fãs brasileiros pelo canal da Ford Performance na internet, via “streaming”, incluindo câmeras nos carros e nos boxes – veja um “teaser”

Correndo novamente com quatro Ford GTs e doze pilotos, a equipe Ford Chip Ganassi Racing quer repetir o resultado do ano passado e comemorar mais uma vitória histórica. Nos anos 60, o Ford GT original emplacou uma série de quatro títulos consecutivos em Le Mans, vencendo em 66, 67, 68 e 69 – não por acaso, os números usados nos carros atuais.

Em 2016, com carro e equipe totalmente novos, o desafio foi grande. Os Ford GTs chegaram em primeiro, terceiro, quarto e nono lugares na categoria GTE Pro. Desde então, o time ficou mais forte, conquistando corridas tanto no Campeonato Mundial de Endurance da FIA quanto no Campeonato WeatherTech SportsCar.

Toni Kanaan terá a importante missão de substituir Sébastien Bourdais, que se recupera de um acidente na qualificação para a Indianápolis 500. Ele estará ao lado do americano Joey Hand e do alemão Dirk Müller no Ford GT 68 que venceu as 24 Horas de Le Mans em 2016. Pipo Derani se juntará aos britânicos Andy Priaulx e Harry Tincknell no Ford GT 67, que teve a corrida comprometida no ano passado devido a um problema no câmbio antes da largada.

O Ford GT 69, terceiro colocado em 2016, será novamente pilotado pelo australiano Ryan Briscoe, o britânico Richard Westbrook e o neo-zelandês Scott Dixon. O Ford GT 66, quarto colocado no ano passado, quando foi penalizado por uma sinalização de luz quebrada, terá o alemão Stefan Mucke, o francês Olivier Pla e o americano Billy Johnson no cockpit.

“O Ford GT representa o melhor da Ford e o nosso objetivo de excelência em tudo que fazemos”, diz Bill Ford, presidente do Conselho da Ford. “Vencer Le Mans no ano passado foi um grande orgulho para todo o time da Ford em todo o mundo. Mostrou que quando trabalhamos juntos podemos fazer coisas notáveis. Estamos ansiosos para voltar lá e defender nosso título.”

Comentários