Ford GT e MUSTANG GT4 exibem sua potência no Festival de Velocidade Goodwood 2017

A Ford levou dois supercarros para o Festival de Velocidade de Goodwood, no Reino Unido: o Ford GT e o Mustang GT4, que participaram pela primeira vez da famosa subida de serra, um percurso de 1,9 quilômetro onde os pilotos pisam fundo para mostrar a potência do motor. Mesmo sendo só um evento de exibição, sem competição, o Goodwood é um dos encontros mais festejados pelos fãs do automobilismo de todo o mundo, pela oportunidade de admirar novidades e carros emblemáticos de várias épocas. A entrada, feita só com venda antecipada, é limitada a 150.000 pessoas.

A Ford contou com Billy Johnson, Andy Priaulx e Harry Tincknell, pilotos oficiais da equipe Ford Chip Ganassi Racing, para acelerar o novo GT, equipado com motor V6 EcoBoost de mais de 650 cv. Veículo de produção da Ford mais rápido do mundo, ele chega a mais de 340 km/h. Para isso contribuem a carroceria de fibra de carbono, a suspensão e aerodinâmica ativas e os cinco modos de direção.

Em sua sua primeira exibição na Europa, o Mustang GT4, versão de corrida do carro esporte mais vendido do mundo, também foi pilotado por Billy Johnson. Projetado pela Ford Performance e Multimatic Motorsports para competir em categorias mundiais, é equipado com motor V8 especial de 5.2 litros com cerca de 450 cv. Sua carroceria traz vários itens de fibra de carbono, como difusores, capô, teto, portas e aerofólio traseiro, projetados com base na experiência do Ford GT de competição.

O Mustang RTR pilotado por Vaughn Gittin Jr., tricampeão mundial de “drift” (derrapagem), também foi atração no primeiro evento dessa modalidade realizado dentro do festival. Especialmente preparado para manobras radicais, o carro é equipado com motor Ford Performance Aluminator XS de 750 cavalos e suspensão totalmente ajustável.

A Ford levou dois supercarros para o Festival de Velocidade de Goodwood, no Reino Unido: o Ford GT e o Mustang GT4, que participaram pela primeira vez da famosa subida de serra, um percurso de 1,9 quilômetro onde os pilotos pisam fundo para mostrar a potência do motor. Mesmo sendo só um evento de exibição, sem competição, o Goodwood é um dos encontros mais festejados pelos fãs do automobilismo de todo o mundo, pela oportunidade de admirar novidades e carros emblemáticos de várias épocas. A entrada, feita só com venda antecipada, é limitada a 150.000 pessoas. A Ford contou com Billy Johnson, Andy Priaulx e Harry Tincknell, pilotos oficiais da equipe Ford Chip Ganassi Racing, para acelerar o novo GT, equipado com motor V6 EcoBoost de mais de 650 cv. Veículo de produção da Ford mais rápido do mundo, ele chega a mais de 340 km/h. Para isso contribuem a carroceria de fibra de carbono, a suspensão e aerodinâmica ativas e os cinco modos de direção. Em sua sua primeira exibição na Europa, o Mustang GT4, versão de corrida do carro esporte mais vendido do mundo, também foi pilotado por Billy Johnson. Projetado pela Ford Performance e Multimatic Motorsports para competir em categorias mundiais, é equipado com motor V8 especial de 5.2 litros com cerca de 450 cv. Sua carroceria traz vários itens de fibra de carbono, como difusores, capô, teto, portas e aerofólio traseiro, projetados com base na experiência do Ford GT de competição. O Mustang RTR pilotado por Vaughn Gittin Jr., tricampeão mundial de “drift” (derrapagem), também foi atração no primeiro evento dessa modalidade realizado dentro do festival. Especialmente preparado para manobras radicais, o carro é equipado com motor Ford Performance Aluminator XS de 750 cavalos e suspensão totalmente ajustável.