Fiscalização eletrônica terá início a partir de 1º de setembro em Americana

A fiscalização eletrônica, compreendendo os radares, lombadas eletrônicas e radar móvel, terá início no dia 1º de setembro em Americana, segundo a Unidade de Transportes e Sistema Viário da Prefeitura. A fiscalização de velocidade com medidor do tipo móvel ocorrerá em vias de trânsito previamente sinalizadas (de acordo com a resolução 396, de 13/12/2011, artigo 6º, parágrafo 1º).

 

Os pontos de instalação e funcionamento dos radares fixos serão nas avenidas Comendador Thomaz Fortunato, nº 2.700, nos dois sentidos (em frente ao Residencial Villagio), Orlando Dei Santi, nº 200, sentido bairro (em frente à Igreja Universal), Antonio Pinto Duarte, sem nº, sentido Centro (em frente à Igreja Universal), Nossa Senhora de Fátima, nos dois sentidos, (próximo ao Condomínio Tripoli).  Nas avenidas Comendador Thomaz Fortunado, Orlando Dei Santi e Antonio Pinto Duarte a velocidade permitida será até 50 km/h e na Nossa Senhora de Fátima máximo 60 km/h.

 

As lombadas eletrônicas estarão nas avenidas da Saudade, nº 194, nos dois sentidos (próxima ao viaduto), Orlando Dei Santi, nº 2070, (em frente à creche Lar Escola Vó Antonieta), sendo que a velocidade máxima será de 50 km/h.

 

Os pontos da fiscalização para avanço de sinal vermelho e de parada na faixa de pedestre (avanço semafórico) estarão nas avenidas da Saúde cruzamento com a Orlando Dei Santi, sentido bairro), Adbo Najar cruzamento com rua D. Pedro II, nos dois sentidos, avenida de Cillo cruzamento com a rua dos Antúrios , nos dois sentidos, e cruzamento com a rua dos Antúrios, sentido bairro. A velocidade é de até 50 km/h.

 

Haverá ainda ponto de espera (Equipamento Educação de Trânsito) na avenida São Jerônimo, próximo ao nº. 2329, com velocidade até 50 km/h.

 

A empresa Mobit Mobilidade, Iluminação e Tecnologia, vencedora da licitação, foi contratada no dia 11 de agosto pela prefeitura para a prestação de serviços de operação, manutenção e instalação de equipamentos eletrônicos de fiscalização e serviços técnicos de gestão, atendimento e processamento de infrações de trânsito. O contrato tem o valor R$ 1.185.523,32/anual.

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários