Faculdade São Leopoldo Mandic desenvolve capacitação em saúde bucal para escolas da rede pública

Primeira oficina acontece dia 17, em Indaiatuba; projeto tem como objetivo habilitar educadores para trabalhar com prevenção em Odontologia

No dia 17 de agosto, a Faculdade São Leopoldo Mandic, referência em medicina e odontologia, inaugura o projeto “Aprender brincando sobre saúde bucal com sustentabilidade para crianças”, oficina que vai capacitar educadores e monitores da Rede Municipal de Ensino de Indaiatuba para trabalhar com prevenção em Odontologia. O objetivo é ensinar aos profissionais de educação da rede pública como criar e usar ecobjetos e ecojogos, confeccionados a partir de materiais reutilizáveis de descarte doméstico, para estimular crianças à prática de autocuidado.

Com 20 horas de duração e 35 participantes, a primeira capacitação será realizada na Escola Municipal Ambiental Bosque do Saber, por meio de um convênio com a Prefeitura Municipal. O projeto é organizado por professoras do curso de Odontologia da Faculdade São Leopoldo Mandic, que possuem ampla experiência e vivência nas áreas de prevenção e sustentabilidade, e que pretendem falar sobre a educação em saúde bucal de forma lúdica, dinâmica e sustentável para facilitar a integração das áreas da educação.

Durante o curso os participantes vão aprender a confeccionarem objetos e jogos como quebra-cabeças, memória e tabuleiro, possibilitando que elaborarem e executem, brincando, ações de educação para saúde bucal no ambiente escolar. Simples e de baixo custo, o método educativo proposto permite a interação de temas relacionados à saúde – principais doenças bucais da infância e sua prevenção, dieta saudável e a higiene – com temas relacionados ao meio ambiente, como o uso consciente da água.  Dessa forma, seu conteúdo promove a sensibilização das crianças para valores fundamentais, como desenvolvimento de responsabilidade em relação também aos recursos naturais.

“Essa será a primeira de muitas experiências. Nosso maior objetivo é permitir que o tema seja apropriado pelas pessoas, visto que não deve ser encarado como algo de responsabilidade apenas do dentista. Cuidar da saúde bucal é cuidar da vida e sobre ela, todos temos grandes responsabilidades”, afirma Dra. Flávia Martão Flório, coordenadora do projeto na Faculdade São Leopoldo Mandic.

“Cada um de nós tem compromissos com o meio ambiente. Ao mudarmos as práticas do dia a dia, buscando repensar as ações diárias que podem interferir no equilíbrio ambiental, ao reutilizarmos materiais transformando-os em jogos e objetos e reduzindo o consumo exagerado e irracional, já estaremos dando um grande passo”, conclui Dra. Almenara de Souza Fonseca Silva, co-responsável pelo projeto da Faculdade São Leopoldo Mandic

 

Sobre a Faculdade São Leopoldo Mandic

Considerada pelo MEC uma das dez melhores Instituições de Ensino Superior do País pelo 9º ano consecutivo no Índice Geral de Cursos (IGC), a Faculdade São Leopoldo Mandic reúne no corpo docente professores doutores formados pelas melhores instituições de ensino do Brasil e do Exterior. Estruturada com laboratórios de última geração, a Instituição oferece aos alunos vivência prática nos cursos de Odontologia e de Medicina desde o 1º ano de curso, atividades de pesquisa e prestação de serviços comunitários, convênio com hospitais e Unidades Básicas de Saúde, cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade São Leopoldo Mandic tem outras oito Unidades distribuídas pelo País, que oferecem cursos de pós-graduação. 

 

 

Foto: ilustrativa