Fábio Zuza apresenta balanço financeiro do semestre

O prefeito de Iracemápolis Fábio Zuza apresentou um balanço financeiro do primeiro semestre de sua gestão. Por causa da situação ruim que herdou a Prefeitura, com dívidas altas, o período é marcado por corte de gastos para equilibrar as contas.

Em fevereiro foi decretado estado de calamidade financeira em Iracemápolis. Festas como o carnaval foram canceladas, assim como o desfile cívico e gastos com o aniversário da cidade.

O decreto venceu em junho. “As contas colocavam em risco a capacidade do governo de manter os serviços básicos e pagar os funcionários. Adotamos ações que ajudaram a gestão a respirar”, disse o prefeito.

No entanto, ele informou que a situação ainda preocupa. Por isso, a Prefeitura segue segurando gastos para recuperar o cenário.

 

CENÁRIO

Em janeiro, ao assumir a gestão, Fábio Zuza se deparou com a dívida do município superando R$ 29 milhões.

Desse montante, R$ 8,9 milhões eram de restos a pagar. Essa parte da dívida foi contraída porque a Prefeitura deixou de pagar 228 fornecedores e prestadores de serviços nos últimos anos, a maioria em 2016.

Completam o total da dívida os débitos parcelados com a Elektro e com órgãos como INSS e Cetesb, além de ações trabalhistas.

Para reverter o cenário, o prefeito reuniu sua equipe e elaborou um plano de ações, cujos resultados iniciais foram apresentados no balanço do semestre.

 

Foto: Prefeito anunciou calamidade financeira em fevereiro; período é marcado por corte de gastos

 

Comentários