Estado de São Paulo comemora o Dia do Caminhoneiro

Mais de 13 milhões de caminhoneiros usam o Rodoanel por ano para acessar o Porto de Santos e contribuir com 30% da balança comercial do País. Foto: Divulgação/ NEDO                                                                       

Engrenagem essencial no comércio do país, os caminhoneiros estão presentes no dia a dia das grandes cidades brasileiras, realizando a tarefa logística de unir o País de Norte a Sul.  Para homenagear esses heróis anônimos, hoje (30), comemora-se o Dia do Caminhoneiro no Estado de São Paulo, de acordo com a Lei 5.487/86 do governador Franco Montoro de 1986.

 

Hoje, o Brasil possui mais de 2,7 milhões de caminhões circulando por suas vias (1), que correspondem a apenas 2,8% da frota de veículos do País, mas que transporta cerca de 70% da carga total. Só pelo Estado de São Paulo trafegam 900 mil caminhões diariamente (4), sendo que grande parte passa pela região Metropolitana com destino ao Porto de Santos, que, até maio, representava 27% da balança comercial brasileira, ou US$ 31,7 bilhões (3).

 

Uma frota que precisa andar afinada para continuar dando o ritmo do desenvolvimento ao Estado mais rico do País. E parte dessa conquista passa pela segurança do profissional da estrada. A JSL, maior empresa de operações logísticas do Brasil, também compreende quanto o caminhoneiro é essencial para o país funcionar. Com essa certeza, a companhia oferece treinamentos e reciclagens constantes a seus motoristas com foco em direção segura e defensiva, além de orientações com dicas sobre saúde e finanças.

 

“Transmitimos sempre a mensagem a todos o nossos colaboradores que a atividade do transporte de cargas é essencial para o desenvolvimento do País. Além disso, se realizada de forma segura e estratégica, contribui para manutenção das relações de qualidade e confiança com os nossos clientes”, afirma Fabio Velloso, diretor executivo de Novos Negócios e Relações Institucionais da JSL.

 

Já a chamada estratégia do serviço logístico começa na escolha da rota de transporte.  E desde sua inauguração, o Rodoanel tornou-se o principal corredor do Estado, uma escolha natural, uma vez que faz a ligação entre as oito rodovias que chegam à Região Metropolitana de São Paulo com o Porto de Santos.

 

Apenas pelos trechos Sul e Leste, sob gestão da Concessionária SPMAR, dentro do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, são registradas uma média de 1 milhão de viagens de caminhões por mês.  Para Marcos Fonseca, diretor executivo da SPMAR, “o caminhoneiro é uma peça-chave para o desenvolvimento do Estado, merece todo o nosso  reconhecimento”.

 

A cidade de São Paulo detém a maior frota de logística do País, parte disso relacionada ao fato de ser o principal estado produtor e consumidor da América Latina, tornando-se inclusive ponto de passagem obrigatório para cargas que circulam do norte para o sul do Brasil.

 

 

SPMAR – A Concessionária SPMAR atua na administração dos Trechos Sul e Leste do Rodoanel Mario Covas, sendo responsável pela gestão de 76% do Rodoanel Metropolitano de São Paulo em operação.

Trecho Sul – do km 30 ao km 86 do Rodoanel Mario Covas, liga os Trechos Leste e Oeste do Rodoanel. O Trecho Sul tem acesso pelas rodovias Régis Bittencourt (entroncamento com o Trecho Oeste) no km 30; Imigrantes no km 70 e Anchieta no km 75, além da Av. Papa João XXIII, em Mauá, no km 86.

Trecho Leste – do km 86 ao km 130 do Rodoanel Mario Covas, liga os Trecho Sul à Rodovia Presidente Dutra. O Trecho Leste tem acesso pela via de ligação com a Av. Papa João XXIII, em Mauá, no km 86; pela Rodovia Henrique Eróles – SP066 (km 115, em Suzano); pela Rodovia Ayrton Senna – SP070 (km 124 em Itaquaquecetuba) e pela Rodovia Presidente Dutra – BR116 (km 130 em Arujá).

 

 

SOBRE A JSL

Maior operadora logística rodoviária do País, a JSL (JSLG3) atua há 60 anos no mercado, está presente em todo território nacional, além de quatro países na América Latina. Detém o mais amplo portfólio de serviços logísticos do Brasil, atuando do transporte de carga à gestão e terceirização de frotas e equipamentos. Seu portfólio de negócios ainda inclui operações independentes e complementares ao serviço logístico, no segmento comercial (Seminovos JSL, JSL Concessionária de Veículos, Movida Seminovos e Movida Rent a Car) e no segmento de serviço financeiro (JSL Cartão e JSL Leasing). Possui ações no Novo Mercado, o mais alto índice de Governança Corporativa da BM&FBOVESPA S.A. – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros. www.jsl.com.br

 

 

  1. Fonte: CNT – Confederação Nacional do Transporte.
  2. Fonte: IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.
  3. Fonte: Gerência de Estatísticas da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).
  4. Denatran – Departamento Nacional de Trânsito.
Comentários