Estação Cultural recebe Oficina de Fotomontagem

A arte-educadora Gabriela Pyles traz para a Estação Cultural técnicas de customização de fotografias com bordado, pintura e colagem.

A Estação Cultural da Fundação Romi está com inscrições abertas para mais uma de suas Oficinas Livres. A Oficina de Intervenções Manuais em Fotografia, da arte-educadora Gabriela Pyles, é gratuita e as vagas são limitadas a 10 participantes. Os interessados devem realizar suas inscrições, presencialmente, a partir de 10 de outubro, na Estação Cultural, de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, aos sábados, das 8h às 17h e, aos domingos, das 8h ao meio dia. A proposta acontecerá dia 21 de outubro, às 14 horas.

Os participantes da oficina terão a oportunidade de conhecer o trabalho de artistas e fotógrafos que realizam com intervenções manuais, além de serem estimulados criativamente a desenvolverem suas próprias obras. Cada aluno trará seu próprio repertório de fotografias pessoais ou de outros acervos, resignificar as cenas registradas nelas. Os participantes irão aprender a manusear os materiais, aplicar conceitos e exercitar pintura e bordado.

A expectativa da arte-educadora Gabriela Pyles, que desenvolve trabalhos em ilustração, pintura, instalação e fotografia, abordando temas como o corpo feminino e seus desdobramentos, o autorretrato como instrumento de conhecimento e o uso contemporâneo do bordado e das artes têxteis, é que o participante recrie a fotografia a partir das técnicas aprendidas. “Quero promover uma experiência lúdica e poética, onde cada um poderá resignificar uma fotografia. Fotógrafos, artistas, artesãos, jovens ou adultos, de um modo geral, todos os apaixonados por arte são mais que bem-vindos”, conclui.

Serviço – A Oficina Livre de Fotomontagem, com a arte-educadora Gabriela Pyles, recebe inscrições a partir do dia 10 de outubro. Para participar é necessário ter mais de 16 anos e trazer o material que será solicitado no ato da inscrição. A oficina é gratuita e a inscrição deve ser feita presencialmente na Estação Cultural, de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, aos sábados, das 8h às 17h e, aos domingos, das 8h ao meio dia. A oficina acontecerá no dia 21 de outubro, às 14h. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (19) 3455-4833 ou 3455-4830 ou através do site pelo link www.estacaocultural.org.br.

Sobre a Estação Cultural

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural ocupa a antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste, revitalizada pela Fundação Romi. A Estação Cultural é um lugar de encontros plurais e multiculturais, onde a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura local e regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da cidade e região. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br.

Sobre a Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 30 mil pessoas por ano através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Dentre suas ações está a manutenção do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Ensino Fundamental II, com atendimento integral de 300 adolescentes, e o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil, sua escola de Educação Infantil, voltada, prioritariamente, para o atendimento de mais de 100 crianças em situação de vulnerabilidade social. Além disso, promove, através de seu Centro de Documentação Histórica, o projeto de Educação Patrimonial que atende mais de 8 mil crianças, da rede municipal do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania, e o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Não bastasse isso, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, a Estação Cultural atende mais de 10 mil pessoas por meio de projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas. Tendo como apoiadora a Indústrias Romi S.A., instituições governamentais e não governamentais e demais parceiros da iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir um maior número de beneficiários por meio de suas áreas de atuação, seus programas e projetos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Comentários