Saúde

Enxerto de gordura: técnica confiável para aumento de queixo

Nos últimos anos, o enxerto de gordura tem sido utilizado para uma ampla gama de procedimentos de cirurgia plástica e reconstrutiva

 

 

Para os pacientes que buscam o aumento do queixo, o enxerto de gordura proporciona uma melhoria confiável e duradoura no perfil do paciente, relata um estudo do Plastic and Reconstructive Surgery®,  jornal médico oficial da American Society of Plastic Surgeons (ASPS).

 

“O enxerto de gordura é uma alternativa confiável e barata para o aumento do queixo, permitindo que a cirurgia seja realizada sem implantes”, afirma o cirurgião plástico Ruben Penteado, (CRM-SP 62.735), diretor do Centro de Medicina Integrada.

 

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores realizaram um estudo prospectivo, avaliando o aumento do queixo com enxerto de gordura. O aumento do queixo é um procedimento cosmético comum. Foi realizado em cerca de 17 mil pacientes americanos, em 2016, de acordo com estatísticas da ASPS. Geralmente, é feito usando implantes. Mas os pesquisadores avaliaram uma técnica alternativa que transferia uma pequena quantidade de gordura do próprio paciente – retirada da área da barriga por lipoaspiração – para melhorar a aparência do queixo.

 

O estudo incluiu 42 pacientes: 32 mulheres e 10 homens, idade média de 28 anos. A quantidade média de gordura transferida foi de  7,5 mililitros. Os pesquisadores usaram uma técnica de imagem 3D para medir a quantidade de aumento no volume do queixo e a quantidade de projeção direta (sagital).

 

“Quatro semanas após o enxerto de gordura, o volume do queixo aumentou em média 8 mililitros. Embora houvesse alguma reabsorção das células de gordura transferidas, após seis meses, o aumento médio no volume do queixo ainda era de 7,4 mililitros. Em média, cerca de 82% da gordura aplicada ainda estava presente”, informa Ruben Penteado, que é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

As medidas 3D mostraram um padrão semelhante de melhoria na projeção do queixo, com um aumento médio de cerca de 9 milímetros, às quatro semanas, e 7 milímetros aos seis meses. As complicações eram incomuns e leves. Três pacientes retornaram para injeções adicionais para obter um aumento adicional na projeção do queixo.

 

Nos últimos anos, o enxerto de gordura tem sido utilizado para uma ampla gama de procedimentos de cirurgia plástica e reconstrutiva. Embora o enxerto de gordura para o aumento do queixo já tenha sido empregado anteriormente, o novo estudo é a primeira avaliação sistemática dos resultados.

 

Os autores defendem que o enxerto de gordura tornou-se uma “ferramenta importante” para melhorar o perfil dos pacientes nas cirurgias estéticas. “Ele pode ser realizado sozinho ou em combinação com outros procedimentos cosméticos, como o lifting facial ou a rinoplastia. Os autores observam que alguns pacientes que hesitam em colocar implantes no queixo são mais propensos a aceitar o enxerto de gordura”, diz Ruben Penteado.

 

O estudo mostra que o enxerto de gordura para o aumento do queixo fornece “resultados consistentes e previsíveis”. Eles acreditam que a técnica de imagem em 3D utilizada no estudo pode ser útil na avaliação dos resultados do emprego do enxerto de gordura em outras áreas do corpo também.

 

CONTATO:

Site: www.medintegrada.com.br

Canal de vídeos: https://www.youtube.com/user/Medintegrada

 

Foto ilustrativa.

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br