Empresa fatura R$ 912 mil com palmilhas ortopédicas

Vendas do produto disparam e receitas crescem 184% em relação a maio de 2016 

O disparo nas vendas de palmilhas sob medida neste último mês de maio supreendeu até mesmo a atual líder de mercado. A procura por produtos que eliminem dores nos pés, tornozelos e joelhos também refletiu em pesquisas na web: o dobro em relação ao ano passado. Para os profissionais do ramo, o fenômeno é resultado de uma conscientização que viraliza no boca a boca.

“Trata-se de uma cultura e esse crescimento é um sinal de que o Brasil está entrando no processo. Na Alemanha, o uso de soluções ortopédicas para adaptar os pés aos calçados é muito consolidado e metade da população usa palmilhas sob medida” afirma Mateus Martinez, fisioterapeuta da Pés Sem Dor.

Thomas Case é o fundador da Pés Sem Dor e afirma estar com sede de crescimento: “Vou completar 80 anos e estou com pressa. Queremos conscientizar a população que dores nos pés, tornozelos e joelhos têm solução. Não vamos parar”.

A empresa se diferencia no mercado por dar garantia de eliminação das dores, aumentando a confiança do consumidor, que espontaneamente divulga os benefícios do produto a colegas e familiares. “Acredito que somos a única empresa do mundo a garantir algo subjetivo que é a eliminação das dores. 95% dos nossos clientes estão satisfeitos” conclui Case, entusiasmado.

A Pés Sem Dor cresceu 184% em relação a maio do ano passado, faturando R$ 912 mil. Para manter o ritmo, Case mira na expansão da rede e na publicidade. Serão abertas seis novas unidades pelo estado de São Paulo nos próximos três meses. A empresa também reforçará o investimento em merchandisings na televisão e no treinamento interno, com o objetivo de criar um selo de qualidade que diferencie fisioterapeutas Pés Sem Dor dos demais.
Assessoria de imprensa

Comentários