Em Limeira, moção que pede fim de banheiros por identidade de gênero nas escolas é aprovada

Proposta foi votada em sessão extraordinária da quinta-feira, 8 de junho

A moção de protesto dirigida ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), a qual pede que se revogue a decisão de regulamentar banheiros por identidade de gênero nas escolas estaduais, foi aprovada por 15 votos favoráveis e quatro contrários, na sessão extraordinária de quinta-feira, 8 de junho. A discussão sobre a proposta havia começado na sessão ordinária de segunda-feira, 5, mas não foi concluída porque o horário chegou ao limite máximo da sessão, ou seja, 24 horas.

A Moção nº 73/2017 é de autoria do vereador Clayton Silva (PSC). Com exceção do vereador Marcelo Rossi (PSD), que está afastado por motivo de licença médica, e do presidente da Câmara, Zé da Mix (PSD), que só exerce o direito de voto em caso de empate, votaram todos os parlamentares.

Votaram contrariamente as vereadoras Dra. Mayra Costa (PPS), Carolina Pontes (PSDB), Erika Tank (PR) e Lu Bogo (PR). A favor da moção votaram: Anderson Pereira (PSDB), Toninho Franco (PR), Mir do Lanche (PR), Clayton Silva (PSC), Constância Félix (PDT), Darci Reis (PSD), Estevão Nogueira (PRB), Helder do Táxi (PMDB), Jorge de Freitas (PEN), Marco Xavier (PSB), Nilton Santos (PRB), Dr. Rafael Camargo (PMDB), Sidney Pascotto (PSC), Wagner Barbosa (PSB), Waguinho da Santa Luzia (PPS).


Foto: Matheus Fonseca/Câmara Municipal de Limeira

Comentários