Edição de novembro da “Barraca do Livro Viajante” acontece no domingo, dia 12, na Estação Cultural

A Barraca do Livro Viajante é uma iniciativa da Feira Livre de Santa Bárbara d´Oeste e conta com o apoio da Estação Cultural da Fundação Romi. A essência da Barraca do Livro Viajante é incentivar a leitura e estimular as trocas e doações. Assim como aconteceu nas edições de 2016, a Confraria do Conto é responsável em receber a garotada para uma manhã diferente: viajar no mundo da leitura e literatura através de contação de história.

A edição do mês de novembro da Barraca do Livro Viajante acontece no domingo, 12, a partir das 8h30, na Feira Livre de Santa Bárbara d´Oeste, instalada na Av. Tiradentes em frente à Estação Cultural. Nesta edição contará com a participação de dois contadores que, entre 9h30 e 10h30, estarão narrando diferentes histórias, estimulando a leitura e a participação do público.

Os visitantes da feira que visitarem a Barraca do Livro Viajante encontrarão livros de literatura, infantil, policial, suspense, religiosos, entre outros. Depois de lidos os livros podem ser devolvidos à Estação Cultural ou na próxima edição da “Barraca do livro Viajante” ou ainda repassado para outros leitores.

O espaço na Feira Livre disponibiliza ao público uma série de títulos para empréstimo, que vão desde livros técnicos e clássicos da literatura brasileira até os best-sellers mais atuais. Este movimento de incentivo cultural à leitura também está aberto a receber doações de exemplares.

Serviço – A Barraca do Livro Viajante acontece dia 12 de novembro a partir das 8h30 na Feira Livre de Santa Bárbara d´Oeste, em frente à Estação Cultural. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br.

Sobre a Barraca do Livro Viajante 

A Barraca do Livro Viajante é uma iniciativa da Feira Livre de Santa Bárbara d´Oeste e conta com o apoio da Estação Cultural da Fundação Romi. A essência da Barraca do Livro Viajante é incentivar a leitura e estimular as trocas e doações, e acontece todo segundo de cada mês. O espaço na Feira Livre disponibiliza ao público uma série de títulos para empréstimo, que vão desde livros técnicos e clássicos da literatura brasileira até os best-sellers mais atuais. Este movimento de incentivo cultural à leitura também está aberto a receber doações de exemplares.

Sobre a Confraria do Conto

A Confraria do Conto é uma associação de contadores de histórias fundada em março de 2010 com integrantes de inúmeras cidades, que tem como objetivo o resgate e a manutenção da contação de histórias e da narrativa oral, através de sua divulgação, da multiplicação e qualificação de contadores e da criação e manutenção de um público para estas manifestações culturais, representando a Câmara Setorial de Narrativa Oral de Santa Bárbara d’Oeste.

Sobre a Estação Cultural

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural ocupa a antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste, revitalizada pela Fundação Romi. A Estação Cultural é um lugar de encontros plurais e multiculturais, onde a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura local e regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da cidade e região. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br.

Sobre a Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 30 mil pessoas por ano através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Dentre suas ações está a manutenção do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Ensino Fundamental II, com atendimento integral de 300 adolescentes, e o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil, sua escola de Educação Infantil, voltada, prioritariamente, para o atendimento de mais de 100 crianças em situação de vulnerabilidade social. Além disso, promove, através de seu Centro de Documentação Histórica, o projeto de Educação Patrimonial que atende mais de 8 mil crianças, da rede municipal do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania, e o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Não bastasse isso, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, a Estação Cultural atende mais de 10 mil pessoas por meio de projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas. Tendo como apoiadora a Indústrias Romi S.A., instituições governamentais e não governamentais e demais parceiros da iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir um maior número de beneficiários por meio de suas áreas de atuação, seus programas e projetos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Comentários