Cresce venda de veículos pesados por consórcio

A aquisição de veículos pesados através de cotas de consórcio tem crescido no país. Somente nos dois últimos anos, a concessionária Bravo Caminhões e Ônibus, líder do segmento na Bahia, realizou a venda de 270 cotas.Segundo a gerente executiva da empresa, Alessandra Lobo, ao longo deste período a Bravo foi fortalecendo sua atuação neste mercado e estima vender, em 2017, outras 150 cotas, um valor da ordem de R$ 30 milhões. Em função da contemplação das cotas, a concessionária faturou a venda de 50 caminhões entre 2015 e 2016, com expectativa de conversão de novas 30 vendas este ano. A Bravo é uma empresa do Grupo LM e atua há 22 anos no mercado.     

Somente no ano passado A MAN Latin America, fabricante de caminhões e ônibus Volkswagen e MAN, rede a qual a Bravo pertence, vendeu um total de 2.178 cotas de consórcio por meio das duas maiores empresas administradoras de consórcio de seus produtos atualmente, a BR Qualy e a Maggi. O número significou um crescimento de 110% em relação ao ano de 2015. O Gerente de Operações Comerciais e Pedidos Especiais de Caminhões da MAN Latin America, Carlos Rocca, explica que o consórcio tem ganhado cada vez mais importância para a montadora: “A modalidade de consórcios deverá seguir em alta nos próximos anos refletindo o amadurecimento do mercado consumidor que passou a enxergar no produto uma importante forma de planejamento para ampliação e renovação de frota”.

Segundo gerente Geral de Vendas da Bravo, Marcelo Silva, o consórcio para veículos pesados é certamente uma das grandes modalidades para aquisições de caminhões. “Acredito que as montadoras, de um modo geral, nunca deram tanta ênfase a este produto quanto agora. A crise acabou por despertar o interesse das montadoras e concessionárias, dada a segurança e garantia de grande percentual de créditos que os grupos proporcionam aos clientes durante o período de existência do grupo, que dura em média 72 meses”, disse ele.

Para o gerente Marcelo Silva, esta modalidade, utilizada como planejamento futuro, é certamente a melhor do mercado e a comparação pode ajudar o consumidor a entender isso. “Não é possível, portanto, competir com outras modalidades quando a necessidade pelo veículo for imediata. O consórcio, na essência, é uma programação para aquisições futuras e pode contribuir muito para o crescimento escalonado das empresas”, afirma ele.

Assessoria de imprensa

Comentários